A Polícia Civil de Minas Gerais, por meio da Delegacia Regional Ipatinga, na manhã de 11/01/2024, efetuou a prisão em flagrante de um indivíduo de 20 anos de idade suspeito de perseguição (Cyberstalking), na cidade de Ipatinga. A investigação teve início após as vítimas, uma mulher de 50 anos de idade e sua filha de 15 anos de idade procurarem a delegacia.

Entenda o caso: Em junho de 2023 a adolescente de 15 anos de idade começou a receber mensagens de números desconhecidos no seu celular, havia mensagem a pedindo em namoro, elogiando, ofendendo, ameaçando de morte, com conteúdo pornográfico, fotos aleatórias, fotos pornográficas, músicas, jogos e outras coisas. A vítima trocou de telefone, bloqueou diversos números do autor, fechou as redes sociais, mas mesmo assim recebia mensagens quase diariamente. O autor conseguiu o número de telefone da genitora da vítima e começou a persegui-la também com mensagens ofensivas, pornográficas e ameaças de morte a toda a família. Com medo das ameaças, uma vez que o autor demonstra conhecer a rotina das vítimas, a adolescente, passou a andar apenas acompanhada, evitando certos lugares e está fazendo tratamento psicológico.

Os policiais civis identificaram o autor, foi requerida busca e apreensão domiciliar, e autorização judicial para acesso a todos os dispositivos eletrônicos do autor. No dia 10/01/2024 os mandados foram cumpridos, os equipamentos apreendidos e o autor preso em flagrante delito e encaminhado para o Sistema Prisional. Ressalta-se que a vítima nunca se relacionou com o autor, e não o conhecia, o autor a viu na academia e iniciou a perseguição.

As investigações continuam, pois com a perícia nos dispositivos acredita-se que outras vítimas serão identificadas e até mesmo crimes diversos.

próximo artigoGoverno vai nacionalizar produção de biocombustíveis
Artigo seguinteDNIT anuncia recuperação de trecho da avenida Belo Horizonte em Timóteo