A Prefeitura de Ipatinga abre inscrições, nesta sexta-feira (23), para novo Processo Seletivo Simplificado, com vistas à contratação de profissionais na área de saúde. Os interessados devem se inscrever até às 13h do dia 6 de dezembro próximo. O candidato ou seu representante legal deverá entregar preenchida a ficha de inscrição, constante no Anexo I do Edital Nº 06/2018, junto com a documentação comprobatória de sua titulação, no 7º andar da PMI. Não haverá ficha disponível no local de inscrição.

As vagas oferecidas são para médico e técnicos de enfermagem que trabalharão com ESF – Estratégia Saúde da Família (ESF), uma gestão apoiada pelo Ministério da Saúde que busca a melhoria dos indicadores de saúde e da qualidade de vida dos moradores de regiões da cidade, por meio de ações planejadas, de modo a atender às necessidades das pessoas dentro do contexto familiar e comunitário, garantindo o acesso ao Sistema Único de Saúde – SUS.

Os candidatos selecionados serão contratados nos termos da Lei Municipal 2.544, de 4 de junho de 2009. A jornada semanal de trabalho é de 40 horas. O salário inicial para o médico, que deve ter o seu registro no CRM, é de R$ 9.896,52. Os técnicos de enfermagem, além do registro obrigatório no COREN, devem ter experiência de no mínimo um ano em ESF. O salário inicial para a categoria é de R$ 1.697,35.

O Processo Seletivo, com data de validade de um ano e prorrogável por igual período, constará de prova de títulos e exame médico. A contratação se dará de acordo com a necessidade do município, conforme a ordem de classificação. O resultado final será publicado no site da Prefeitura, link “Diário Oficial”, até o dia 21/12/2018. O Aviso de Convocação será feito mediante carta registrada, com A.R., para o endereço fornecido pelo candidato no ato da inscrição, e também publicado no site da prefeitura, com data-limite para apresentação.

“Apesar de todas as dificuldades econômicas que temos vivenciado em função das criminosas retenções de recursos do município pelo governo do Estado, continuamos priorizando a assistência às áreas onde se concentram as maiores necessidades do cidadão. Apenas no segmento Saúde, o governo já acumula atrasos de mais de R$ 70 milhões, o que nos obrigou a interromper temporariamente o sistema de ‘Corujão’ (horário ampliado de atendimento aos munícipes em algumas UBS’s). Mas, na medida do possível, estamos procurando reforçar a prestação de serviços nas Unidades Básicas, também como forma de desafogamento da UPA”, explicou o prefeito Nardyello Rocha.

próximo artigoConfira o funcionamento do Comércio em Ipatinga, neste Natal
Artigo seguinteMédicos cubanos deixam o país pelo Aeroporto de Brasília
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários