Validadas as inscrições, contratados foram designados para postos de saúde onde trabalhavam cubanos.

Três dos seis profissionais que se inscreveram para participar do Programa ‘Mais Médicos’ em Ipatinga começaram a trabalhar já nesta quarta-feira (28). Conforme recomendado, eles apresentaram no 5º andar da Prefeitura Municipal todas as documentações exigidas e tiveram as inscrições – que foram feitas pela internet – validadas pela secretária de Saúde, Érica Dias Souza Lopes. Os médicos já foram designados aos postos de trabalho: Unidade de Saúde do Vale do Sol, UBS do Bethânia e posto de saúde do Vila Celeste.

A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é que até segunda-feira (3) todos os seis médicos inscritos já estejam trabalhando. Érica Dias acredita que com os novos profissionais os atendimentos serão normalizados sem a necessidade de remanejamento no
quadro clínico. “Vou considerar que a partir de segunda-feira (3) as unidades que perderam os médicos cubanos estarão todas recompostas. É importante mencionar que temos ainda um gargalo de contratações de quatro médicos pelo processo seletivo do município, mas que também já estamos convocando por meio de carta-convite para iniciar as atividades”, disse.

Novos médicos
Vanessa Araújo Alves se formou há mais de um ano em Medicina e trabalhava em Joanésia. Para conseguir a vaga concorrida no ‘Mais Médicos’, para Ipatinga, a profissional contou com a ajuda de um amigo. “Fiquei praticamente 24 horas tentando acessar o site, até que um amigo meu ligou dizendo que tinha conseguido entrar pelo Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), e assim consegui fechar minha inscrição. Espero poder colaborar com a saúde de Ipatinga e dar meu máximo para atender
a população. Fico muito feliz porque agora os brasileiros tiveram a chance de participar do programa ‘Mais Médicos’”, disse.

Daniel Botelho Valentim demonstrou muita satisfação em poder apresentar os documentos e ter a inscrição validada pela Secretaria de Saúde do município. Por causa do congestionamento do site para fazer a inscrição, o médico relata que ficou mobilizado por
cerca de 15 horas, tentando acessar o sistema. “Fiquei praticamente o dia inteiro atualizando a página e valeu a pena. Espero que o programa continue tão bom como sempre falaram que foi, ajudando áreas mais isoladas. Eu acredito que a tendência é até
mesmo melhorar”, frisou.

Ordem de Cuba
Na semana passada, seis médicos cubanos que atuavam em unidades básicas de Ipatinga tiveram que deixar os postos de trabalho por ordem do país caribenho. Os profissionais trabalhavam nas UBS’s dos bairros Vila Celeste (1), Esperança II (1), Vale do Sol
(1), Bethânia (2) e Nova Esperança (1).

Fonte: PMI

próximo artigoCebus recebe filhote de tamanduá-mirim
Artigo seguinteFabriciano é contemplado com recursos para investir em iluminação dos prédios públicos
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários