A ação é promovida pela Agenda de Convergência do Vale do Aço – Eixo Educação e tem como objetivo promover mudanças nas políticas educacionais de currículo, formação continuada de professores, materiais didáticos e avaliações.

As escolas da Região Metropolitana do Vale do Aço participarão nesta quarta (2), em Ipatinga, de uma preparação visando a Implantação do Currículo Referência de Minas Gerais dos anos finais do Ensino Fundamental para 2020. A ação é promovida pela Agenda de Convergência do Vale do Aço – Eixo Educação e tem como objetivo promover mudanças nas políticas educacionais de currículo, formação continuada de professores, materiais didáticos e avaliações.
O evento tem como público alvo os diretores, coordenadores, especialistas e professores. Esse é o primeiro evento que prioriza a implementação do currículo referência nos anos finais do ensino Fundamental. Espera-se cerca de 350 profissionais do ensino fundamental do Vale do Aço.

A Superintendente Regional de Ensino de Coronel Fabriciano, Edvania de Lana Morais Andrade, fala que da importância da ação. “O objetivo é envolver todas as redes na supracitada discussão, para que em 2020 possam implementar, com segurança, o Currículo Referência proposto para Minas Gerais a partir da BNCC.É de suma importância que os educadores das escolas da regional se apropriem dos novos conceitos, da nova organização curricular que pautará a Proposta Pedagógica das escolas em 2020”, afirma.
O evento vai contar com uma palestra reflexiva, com o tema “A Implantação do Currículo Referência de Minas Gerais”, ministrado pela professora de história e assessora pedagógica, Gizeli Maria Rodrigues. Haverá ainda uma mesa redonda para debater o assunto, com participação da Superintendente Regional de Ensino, Edvânia de Lana Morais Andrade e o Secretário de Governança Educacional de Coronel Fabriciano, Carlos Alberto Serra Negra.

“Um dos eixos da Agenda de Convergência do Vale do Aço para 2030 é a educação. Um dos pilares da educação com qualidade é a formação e capacitação de professores e outros agentes da educação como pedagogos e diretores. Já fizemos encontro dos anos iniciais do ensino fundamental e agora é a vez dos anos finais (6° ao 9°ano). Esperamos que as redes estadual e municipal proporcionem um momento de reflexão e aprendizagem para os educadores”, afirma Carlos Alberto Serra Negra.
Currículo
O Currículo Referência de Minas Gerais foi publicado no dia 19 de dezembro no Diário do Executivo Parecer CEE nº 937/2018 sobre o Currículo de Referência para implementação nas escolas de Educação Infantil e de Ensino Fundamental no Sistema Estadual de Ensino de Minas Gerais.
O documento foi elaborado a partir da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e é o resultado da revisão dos currículos de todas as redes educacionais mineiras. O ano de 2019 será de transição e dedicado à formação dos profissionais da educação e estudo do Currículo Referência. Já em 2020 ele estará efetivamente nas escolas.

próximo artigoIpatinga investe quase R$ 100 milhões em Saúde em 2019
Artigo seguinteAtendentes do Sebrae em Minas Gerais vão às ruas no dia 3 de outubro
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários