O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) abriu nesta terça-feira (7) um processo de investigação criminal contra a ministra do Turismo, Daniela Carneiro. 

A medida foi tomada a partir de uma notícia-crime protocolada pelo deputado federal Deltan Dallagnol (Podemos-PR). Recém-empossado no cargo, ele liderou a força-tarefa da Lava Jato, quando era procurador da República no Paraná.

O pedido de investigação feito por Dallagnol se baseou em uma matéria do portal Metrópoles, que denuncia o uso de mais de R$ 1 milhão do fundo eleitoral de Daniela em “gráficas fantasmas”, levantando a suspeita de desvio de verba pública.

próximo artigo24 mil alunos iniciam novo ano letivo na rede municipal de Ipatinga
Artigo seguinteLula falta em evento da Caixa e gera ‘climão’