Dirigentes norte-americano e brasileiro terão dois encontros esta semana para tratar de assuntos de interesse mútuo para os países — Foto: Ricardo Stuckert/PR

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) convidou por meio de uma carta o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para uma visita ao Brasil “preferencialmente neste primeiro semestre”. O convite foi formalizado por meio de uma carta enviada em 23 de janeiro, como resposta a uma correspondência do líder americano datada de 17 de janeiro. Na mensagem, Biden referiu-se a Lula como “amigo” e destacou a importância da cooperação mútua entre os dois países.

De acordo com a Globo News, o petista destacou os 200 anos de relação diplomática entre as duas nações e que, em função disso, “gostaria muito de convidá-lo para visitar o Brasil, preferencialmente neste primeiro semestre” para que os dois possam “celebrar a ocasião no mais alto nível e dar continuidade ao aprofundamento de nossa parceria”.

A carta escrita por Biden elogiava o discurso do presidente brasileiro em função do ato em defesa da democracia, que lembrou os atos ocorridos em 8 de janeiro do último ano, quando os prédios dos Três Poderes foram alvos de depredação. Nesse sentido, o americano afirmou que os dois estarão “lado a lado para garantir que a democracia continue triunfando”.

Ainda segundo a Globo News, a resposta de Lula começa agradecendo as palavras “a respeito dos atos antidemocráticos ocorridos em Brasília há pouco mais de um ano”. Ele ainda fez um paralelo sobre as semelhanças dos atos ocorridos em Brasília e os que foram registrados na invasão do Capitólio, em Washington DC, em janeiro de 2021.

O presidente brasileiro ainda lembrou no documento do diálogo iniciado no terceiro mandato dele, em janeiro de 2023, para que as relações entre Brasil e EUA ocorram “com base na sintonia em defesa dos direitos humanos, desenvolvimento sustentável e da promoção das liberdades democráticas”. Ele ainda diz que os dois países estão “em pé de igualdade” e podem construir juntos soluções inovadoras para os grandes desafios globais.

próximo artigoPosse de Lewandowski e fim do recesso parlamentar são destaques da semana
Artigo seguinteAvião cai em Minas Gerais e deixa sete mortos