No quinto jogo da temporada 2024, diante do América, quinta-feira (15), no Mineirão, o Cruzeiro deve ter sua quarta dupla de zaga diferente sob o comando do técnico Nicolás Larcamón.

A mudança da vez se deve a suspensão de Zé Ivaldo, que levou seu terceiro cartão amarelo (em três jogos) durante a vitória de 3 a 0 sobre o Patrocinense, na última sexta (9), no Mineirão.

Sem Zé Ivaldo, a tendência é de que Larcamón escale a dupla de zaga com Neris e João Marcelo, justamente os dois que, no momento, parecem ‘brigar’ pela vaga de titular na equipe. Os pratas da casa Ruan Santos e Pedrão devem ficar como opções no banco de reservas.

E essa disputa pode esquentar ainda mais nos próximos dias, já que o Cruzeiro trabalha nos bastidores para tentar regularizar de forma mais rápida o zagueiro argentino Lucas Villalba, anunciado oficialmente na semana passada.

Para poder ter condições de jogo contra o América, o defensor tem que ter o contrato publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) até 19h da próxima quarta (14).

Villalba tem a seu favor o fato de ser o único zagueiro canhoto do atual elenco celeste. Quando o argentino tiver liberado, ele também passa a dar a Larcamón a opção de atuar, de fato, no esquema com três zagueiros.

Até aqui, em algumas partidas da Raposa no ano, até mesmo o lateral esquerdo Marlon chegou a fazer o papel de um dos três homens da saída de bola desde a defesa.

próximo artigoMédicos alertam sobre riscos para a saúde ocular durante o carnaval
Artigo seguinteAmérica: Talisca revela inspiração em ex-Seleção Brasileira e explica apelido