Felipão e Coudet, em Internacional x Atlético, no Beira-Rio, em 2023 — Foto: Pedro Souza/Atlético

Com a vitória por 2 a 0 em cima do Athletic na quinta-feira (8), o técnico do Atlético, Felipão, iguala o número de jogos feitos por Eduardo Coudet, seu antecessor. O aproveitamento do atual comandante é pior, mas talvez tenha encarado jogos mais complicados.

Eduardo Coudet

O técnico argentino comandou o Galo por cinco meses, entre janeiro e junho de 2023. Pelo Atlético, Coudet foi campeão mineiro e eliminado na Copa do Brasil. Além das duas competições, o treinador também disputou a Libertadores.

  • 35 jogos
  • 21 vitórias
  • 8 empates
  • 6 derrotas
  • 53 gols marcados
  • 27 gols sofridos
  • 26 gols de saldo
  • Aproveitamento: 67,6%

Felipão

Scolari está no Atlético desde a saída de Coudet, em junho do ano passado. O treinador ainda não conquistou nenhum título pelo clube, foi eliminado da Libertadores nas oitavas de final e terminou o Brasileiro na 3ª posição.

  • 35 jogos
  • 16 vitórias
  • 8 empates
  • 11 derrotas
  • 46 gols marcados
  • 30 gols sofridos
  • 16 gols de saldo
  • Aproveitamento:53%

Quem foi melhor?

Coudet é superior a Felipão em todos os números positivos pelo Galo: vitórias, gols marcados, saldo de gols e aproveitamento. O atual técnico, porém, disputou apenas quatro jogos pelo Estadual, competição considerada mais fácil, enquanto Coudet fez 12.

Por outro lado, o técnico argentino comandou o time em nove jogos pela Libertadores, torneio bastante complicado. Felipão disputou apenas dois jogos, os da eliminação para o Palmeiras nas oitavas.

próximo artigoCruzeiro divulga parcial de ingressos vendidos pra sexta de Carnaval no Mineirão
Artigo seguinteDólar encosta em R$ 5 com dados de seguro-desemprego nos EUA