O América encaminhou a venda do volante Breno, joia da base alviverde, para Shabab Al-Ahli, dos Emirados Árabes. O clube mineiro é dono de 60% do passe do jogador. Já os outros 40% pertencem ao Palmeiras, onde ele atuou nas categorias de base.

Os valores do negócio não foram revelados pela fonte ouvida, no entanto, a mesma disse que em comparação com a negociação pelo Arthur, maior venda da história do América, os valores também são vantajosos. Arthur foi vendido para Bayer Leverkusen, da Alemanha, por 7 milhões de euros.

No meio do ano de 2023, Breno também recebeu sondagens para deixar o Coelho. Além de um time dos EUA, um clube da Arábia também fez uma proposta pelo meia. No entanto, a cúpula alviverde optou por seguir com o jogador no CT Lanna Drumond.

Natural do Rio de Janeiro, o jogador, de 19 anos, chegou para a base do clube mineiro em agosto de 2022. O volante, que atuou pelo time profissional em 32 partidas na temporada 2023, também foi um dos destaques do Coelhãozinho na Copa São Paulo de Futebol Júnior daquele ano.

próximo artigoLarcamón se apresenta, cita motivo de optar pelo Cruzeiro e fala de reforços
Artigo seguinteContribuição do MEI tem novo valor com alta do salário mínimo em 2024