Em 2023, cerca de 230 mil pessoas no Vale do Aço foram beneficiadas por 61 projetos, que somam R$ 18,8 milhões investidos

Caminhar junto das comunidades com ações sociais, de cultura e esporte, que contribuam para o desenvolvimento local. Foi assim que a Usiminas, por meio do Instituto Usiminas, que chegou a três décadas de atuação em 2023, atuou nas comunidades onde estão suas operações no último ano. Nesse período, mais de 837 mil pessoas foram beneficiadas, por 161 projetos realizados em quatro estados brasileiros. No total, foram R$ 43,1 milhões investidos, por meio das leis de incentivo, em Minas Gerais, São Paulo, Pernambuco e Rio Grande do Sul.

No Vale do Aço, foram destinados R$ 18,8 milhões para 61 projetos, que beneficiaram cerca de 230 mil pessoas em Ipatinga, Timóteo, Coronel Fabriciano e Santana do Paraíso. Essa atuação movimentou a economia criativa e gerou mais de 1.600 empregos direta e indiretamente, contribuindo para o crescimento, geração de renda e desenvolvimento local. Pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas publicada em 2023 aponta que o terceiro setor contribui de maneira efetiva para movimentar a economia brasileira, correspondendo a 4,27% do PIB brasileiro.

Kayke Henrique de Sousa Silva, um dos alunos do Barbeiro Social, projeto patrocinado pela Usiminas e apoiado pelo Instituto Usiminas em Coronel Fabriciano, realizou o sonho de ter seu próprio negócio. Aos 17 anos, ele já atende em sua barbearia depois de concluir 10 meses de curso profissionalizante. O pontapé inicial para o negócio veio do próprio projeto. Na formatura, o jovem recebeu o kit profissional de barbeiro e logo colocou em prática. “Agradeço muito a oportunidade. Me apeguei ao curso e coloquei isso no meu coração. Hoje, tenho um ofício”, conta.

Histórias como a do Kayke reafirmam a busca constante da Usiminas em crescer em conjunto com a comunidade. A soma de histórias, números e resultados dos investimentos sociais coloca a companhia entre as empresas brasileiras mais bem avaliadas em sustentabilidade corporativa pelos critérios de eficiência econômica, equilíbrio ambiental, justiça social e governança, segundo o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), da B3. A empresa conquistou o reconhecimento por dois anos consecutivos (2023 e 2024).

“Estamos em permanente evolução junto das comunidades. O nosso compromisso é de longo prazo baseado na convicção de que um projeto industrial só pode evoluir integrado às pessoas daquele território. E nossas ações sociais são uma das formas de estarmos sempre por perto, contribuindo para a transformação de realidades e fortalecendo laços”, afirma André Chaves, diretor de Sustentabilidade e Relações Institucionais da Usiminas.

Espaços Culturais

No Vale do Aço, destacam-se quatro importantes espaços, mantidos pelo Instituto Usiminas: Ruínas da Estação de Pedra Mole, Centro de Memória Usiminas, Teatro Zélia Olguin e o Centro Cultural Usiminas. Por eles, passaram mais de 150 mil pessoas em 2023, para mais de 560 atividades, como espetáculos regionais e nacionais, exposições, eventos corporativos, feiras e programação da Ação Educativa do Instituto Usiminas.

Ação Educativa

Neste ano, a área de Ação Educativa do Instituto Usiminas chegou a duas décadas de trabalho formativo lançando o Programa Escola Parceira, realizado no segundo semestre em escolas em Ipatinga, Itatiaiuçu e Cubatão (SP), abrangendo ao todo 1.300 estudantes e 140 professores. Ao todo, foram mais de 360 horas de atividades formativas para alunos e professores.

Em Ipatinga, o programa atendeu a Escola Municipal Everson Magalhães Lage, no bairro Jardim Panorama, e a Escola do Futuro. Cerca de 500 alunos e mais de 15 professores tiveram acesso a uma programação educativa e cultural gratuita, alinhada às demandas pedagógicas da instituição de ensino.

A programação, pautada na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), contou com uma série de espetáculos e oficinas, e um concurso de texto e desenho sobre diversidade.

 

próximo artigoObras do canil municipal de Ipatinga estão em fase final
Artigo seguinteHMC convoca doadores de sangue em caráter de urgência