Os moradores elogiaram a transparência adotada pela atual gestão da Prefeitura de Timóteo

A Escola Municipal Clarindo Carlos Miranda, no bairro Macuco, recebeu na noite de quinta-feira (17) mais uma edição do programa “Conversa com o Prefeito”, iniciativa da atual gestão da Prefeitura de Timóteo para aproximar o governo municipal da população por meio de um debate franco e aberto com os moradores sobre os problemas, projetos e ações em cada comunidade.

O formato do programa “Conversa com o Prefeito” é simples e feito na base de perguntas e respostas: após a abertura, os moradores podem dirigir, de forma organizada, questionamentos aos secretários, ao prefeito Douglas Willkys e ao vice José Vespasiano Cassemiro, o Professor Vespa.

A reunião no Macuco contou com uma situação inusitada. O garoto de prenome Renan, de aproximadamente 12 anos, foi o primeiro a dirigir um pergunta ao secretário de Obras, Serviços Urbanos, Mobilidade e Habitação, Sérgio Martins. Renan explicou que “construiu” um campinho de futebol junto com os seus amiguinhos e se era possível a Prefeitura gramar o local. Sérgio elogiou a participação da criança e respondeu que precisava conhecer o espaço, bem como o tamanho do “campinho” para ver a viabilidade de atender ao pedido.

Assim, num clima de total abertura, os questionamentos foram se sucedendo como a pergunta do morador Romário que reclamou da qualidade da iluminação pública. A pergunta foi respondida pelo próprio prefeito Douglas Willkys. Ele disse que o município acabou de concluir uma licitação para a substituição de todas as luminárias existentes por lâmpadas de LED. “Estamos só aguardando a empresa vencedora apresentar as lâmpadas para termos certeza da sua qualidade para iniciarmos o programa para promover a substituição das luminárias em nosso município”, respondeu o prefeito, que a ideia é iniciar a troca pelos locais com maior necessidade desse serviço público. O valor a ser investido na troca de luminárias é de cerca de R$ 5 milhões. Também foram apresentadas questões sobre calçamento de ruas, geração de emprego e renda e saúde e que foram respondidas pelos secretários das respectivas pastas.

Dayane Cristina Moura Cruz, moradora da rua Maritaca, avaliou que a atividade foi interessante, mas acha que o tempo de contato entre os moradores e os representantes da prefeitura fosse maior. “É importante esse contato, mas poderia aumentar o tempo para as perguntas com respostas mais específicas aos problemas apontados”, disse Dayane, que em contrapartida, elogiou a disposição dos integrantes de governo se deslocarem até a comunidade para ouvir as demandas dos moradores.

Para o secretário da Associação de Moradores do bairro Macuco, João Amâncio Gomes, morador da rua Cidreira, a presença de todo o secretariado, do prefeito e do vice na comunidade era há muito aguardada. Segundo ele, a iniciativa é inédita, haja vista que existe uma série de obras sendo executadas no bairro. “Isso (a presença do prefeito e de todo o secretariado) não acontecia há muito tempo e já estávamos pensando em chamar uma audiência pública para discutir os serviços públicos em nossa comunidade”, pontuou João Amâncio. s

Dentre as obras executadas no Macuco, estão os serviços de drenagem pluvial, orçadas em R$ 800 mil; contenção de encostas e construção de muros de arrimo, R$ 220 mil; construção da escola, R$ 1,7 milhão; projetos de regularização fundiária, R$ 775 mil; e construção de uma creche do Proinfância no valor de R$ 1,1 milhão. 

Os moradores também elogiaram a transparência da atual gestão da Prefeitura de Timóteo. O prefeito Douglas Willkys reiterou que essa postura (dar transparência as ações de governo) é uma preocupação constante do seu governo e lembrou que na sua gestão as licitações para compras de bens e insumos pela Prefeitura de Timóteo são transmitidas em tempo real pelas redes sociais.

Fonte: PMT

próximo artigoDiagnóstico da fauna, flora e comunidade da APA Serra do Timóteo
Artigo seguinte‘Acredito que caminhoneiros não vão fazer paralisação’, diz Bolsonaro