Confirmado 1° caso de varíola dos macacos em Santana do Paraíso

A Secretaria Municipal de Saúde de Santana do Paraíso confirmou, na manhã desta terça-feira (23), o primeiro caso positivo para Monkeypox, conhecida como varíola dos macacos. O paciente está estável, em isolamento em sua própria casa, sendo acompanhado pela equipe de saúde do município.

A pasta recebeu informações do Hospital Márcio Cunha no último dia 17 de que o paciente deu entrada na unidade no dia 14 de agosto com sinais e sintomas da doença, tais como: dores na garganta, afta e feridas na boca, febre, calafrios e lesões no corpo. No dia seguinte, 15 de agosto, foi feita a coleta de exames e enviada à Fundação Ezequiel Dias (Funed).

O paciente relatou que esteve fora do município, mas dentro do estado de Minas Gerais quando iniciou os sintomas (4 de agosto). O período de isolamento dura em torno de 21 dias e é contado a partir do primeiro dia de sintomas. Caso as lesões no corpo ainda permaneçam, o paciente continuará em isolamento até o desaparecimento total.  

A monkeypox é uma doença zoonótica viral causada pelo vírus Monkeypox. A transmissão para humanos pode ocorrer por meio do contato com animal ou humano infectado ou com material corporal humano contendo o vírus. Apesar do nome, os primatas não humanos não são reservatórios do vírus. Em alguns países africanos, principalmente na República Democrática do Congo, a doença ocorre de forma endêmica, com ocorrência periódica de casos. Casos em outros países estavam restritos à doença contraída por viajantes internacionais ou animais importados.

Em Minas Gerais, o primeiro caso suspeito foi notificado em 11 de junho de 2022 e o primeiro caso confirmado no dia 29 do mesmo mês em Belo Horizonte. A transmissão entre humanos ocorre, principalmente, por meio de contato pessoal com secreções respiratórias, lesões de pele de pessoas infectadas ou objetos recentemente contaminados. Úlceras, lesões ou feridas na boca também podem ser infectantes, o que significa que o vírus pode se espalhar pela saliva.

Até o momento, o Brasil possui quase 4 mil casos de pessoas infectadas. Em Minas Gerais, já são mais de 200. Diferente da covid-19, já existe vacina contra a monkeypox, que está sendo negociada pelo governo federal. A Secretaria de Saúde de Santana do Paraíso alerta que, em caso de qualquer sintoma e sinais da doença, o cidadão procure imediatamente atendimento médico.

próximo artigoEstudante de Ipatinga é destaque na etapa final da Olimpíada Nacional de História
Artigo seguintePrefeitura de Fabriciano prorroga prazo de inscrições do processo seletivo para 186 vagas para UPA e Hospital