A Controladoria Geral de Ipatinga recebeu, nesta segunda-feira (23), integrantes da Comissão de Compliance da 72ª Subseção da Ordem dos Advogados. O encontro teve por objetivo o compartilhar das boas práticas adotadas pela administração municipal para se manter em conformidade com regras legais e regulamentares, além dos profissionais conhecerem os trabalhos de padronização, atualização, revisão e aprimoramento dos controles internos setoriais da Prefeitura Municipal, no intuito de adequar comportamentos gerenciais, operacionais e funcionais.

Participaram da visita as advogadas Ana Lúcia Duarte, Thaís Gonçalves Teixeira e o advogado e procurador municipal Luiz Inácio Lacerda Júnior.   

Ao lado dos modernos conceitos de Governança e Accountability (dever de transparência e prestar contas), o Compliance (conformidade) é tema atual na gestão pública e no meio empresarial e visa à implantação de políticas internas para prevenir e minimizar riscos na execução de atividades e operações administrativas, conforme rotinas prescritas em normas e regulamentos.

Segundo a Presidente da Comissão, a advogada Ana Lúcia, o assunto pautado no encontro é, além de relevante, oportuno, pois a adoção de programas de Compliance e Integridade vem se tornando uma obrigatoriedade para administradores públicos e privados, mas na região do Vale do Aço ainda é pouco difundido.

Para ela, o fato de a Prefeitura ter projetos já implantados e em elaboração para instituição de procedimentos, padrões e normas de conduta a colocam em posição diferenciada diante de outros municípios.    

Boas Práticas

Na última terça-feira (17), a equipe diretiva e técnica da Controladoria Geral esteve no Tribunal de Contas do Estado (TCE MG) para demonstrar um portfólio de atividades desenvolvidas e metodologias criadas, como proposta de boas práticas para as cidades mineiras. O objetivo é divulgá-las no evento “Encontro TCE MG e os Municípios”, a acontecer em Ipatinga nos dias 03 e 04 de outubro.  

Excelência em transparência

Em curso promovido pelo TCE MG sobre ‘Auditoria de Conformidade do Portal da Transparência do Município’, no mês de Agosto, Ipatinga alcançou nota 8,3.

Na última quinta-feira (19), durante evento intitulado o ‘Papel Fiscalizador do Parlamento’, promovido pela Câmara Municipal e Escola do Legislativo do Estado de Minas Gerais, o município foi muito elogiado pelo professor doutor Alexandre Bossi Queiroz, consultor da Assembleia Legislativa (ALMG), quanto à eficiência na acessibilidade às informações divulgadas no Portal da Transparência. Em 2016, a mesma avaliação feita pelo Ministério Público Federal – Ranking da Transparência – pontuou Ipatinga com nota 4,6.

Segundo o prefeito Nardyello Rocha, a pontuação reflete o comprometimento da atual administração com a total transparência na gestão dos recursos públicos.

“Contamos com servidores comprometidos com as mais rígidas regras da boa prática administrativa. Isto facilita o entendimento de nossas recomendações com o extremo zelo na gestão e fiscalização dos recursos desta administração. Este reconhecimento por parte de tão renomado professor é um prêmio à dedicação e empenho do nosso quadro técnico. Eventos como este nos dão a certeza de que estamos no caminho certo”.  

próximo artigoUsiminas conquista prêmio estadual de Boas Práticas Ambientais
Artigo seguinte“Pouco inteligente”, rebate vice do flamengo sobre delaração do presidente do Grêmio
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários