Desta vez, três funcionários de empresa terceirizada ficaram feridos.

Há dois meses da explosão do gasômetro que vitimou 34 feridos, no dia 10/08, na Usiminas, em Ipatinga, mais um acidente foi registrado, na tarde de terça-feira
(9/10). Desta vez três empregados da empresa prestadora de serviços, Convaço, se envolveram em um acidente de trabalho enquanto realizavam atividade de manutenção na área de Aciaria.

Dia após a explosão do gasômetro, que aterrorizou a cidade inteira e mobilizou o estado e até o País, um novo acidente aconteceu. O eletricista da empresa Inner Ricardo Alves Porfiro, 36 anos, sofreu um acidente enquanto realizava a manutenção programada na área da sinterização. Ricardo foi socorrido, mas teve a amputação em um dos braços.

Desde 2016 , vem ocorrendo a  incidência de acidentes de trabalho na usina de Ipatinga, tanto é que o Ministério Público do Trabalho abriu diversos inqueritos para acompanhar a situação. Os procuradores do Trabalho Adolfo Siva Jacob e Túlio Mota estão trabalhando em conjunto para resguardar a saúde e garantir a integridade física e a própria vida dos trabalhadores.

Sobre o acidente com os funcionários da Convaço, a Usiminas por meio de nota enviada a redação do ZUG, informou que: “Os três profissionais envolvidos no acidente, na terça-feira, dia 9 de outubro, sofreram queimaduras por vapor d’água e foram encaminhados, imediatamente, para o Hospital Márcio cunha, onde foram medicados e permanecem internados, sendo um na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). As causas do acidente já estão sendo investigadas.”

Com informações da Usiminas

próximo artigoPrefeitura de Timóteo retoma obras habitacionais no Córrego Caçador
Artigo seguinteLaços afetivos familiares ajudam a suprir a demanda de órgãos no País