Dirigentes estaduais dão ‘carta branca’ para Valdemar Costa Neto filiar Bolsonaro no PL

O senador Jorginho Mello (PL-SC) afirmou que os presidentes estaduais do partido, reunidos nesta quarta-feira (17) em Brasília, deram ao presidente nacional da legenda, Valdemar Costa Neto, “carta branca” para acertar com Jair Bolsonaro os termos da filiação do presidente da República ao PL.

Jorginho deu a informação enquanto a reunião entre Costa Neto e os demais dirigentes ainda transcorria. Ele disse que estava “autorizado” pelo presidente do partido a fazer o anúncio.

“O partido, unanimemente, entrega uma procuração ao presidente Valdemar para que ele trate com o presidente Bolsonaro, e todo mundo vai receber o presidente de braços abertos”, declarou o senador.

A reunião aconteceu três dias após Valdemar ter anunciado o adiamento da filiação do presidente Jair Bolsonaro à legenda. No último domingo (14), por meio de nota, o PL informou que, por “comum acordo”, a cerimônia que selaria o ingresso de Bolsonaro na legenda tinha sido adiada. O evento estava marcado para o dia 22.

Políticos do PL afirmam que o cancelamento foi motivado por entraves em alianças nos estados para as eleições de 2022.

próximo artigoMinistério Público fornece dicas para evitar golpes pela internet
Artigo seguinteRegistros de óbitos no Brasil têm alta de 14,9% em 2020