Se o fundamental é a vitória quando o assunto é jogo de estreia em uma temporada, independentemente de como ela aconteça, jogando bem ou não, o América seguiu à risca essa “regra” e saiu de campo com a vitória sobre o Pouso Alegre neste domingo (22), na primeira partida das equipes em 2023.

No debute dos times no Campeonato Mineiro, o Coelho bateu o Dragão por 4 a 0 no estádio Manduzão, no Sul de Minas, e marcou os três primeiros pontos na competição. Juninho, Benítez, Dadá Belmonte e Wellington Paulista balançaram as redes. Embora tenha mantido a base de 2022, o Coelho não fez um bom jogo. Impaciente, errou muitos passes. Três dos cinco reforços começaram a partida como titulares: o lateral-direito Nino Paraíba, o lateral-esquerdo Nicolas e o atacante Mateus Gonçalves, que saiu Dadá Belmonte também fazer sua estreia com a camisa do Coelho.

A equipe de Vagner Mancini agora tem a semana inteira para se preparar para o próximo compromisso. No domingo (29), o América encara o Villa Nova no Independência, às 18h30. Já o Pouso Alegre vai à Arena do Jacaré, em Sete Lagos, para enfrentar o Democrata.

Muita correria, pouca bola

O jogo começou intenso. Antes mesmo de um minuto, o atacante Ingro arriscou de canhota de fora da área, obrigando Matheus Cavichiolli a espalmar para escanteio. O Pouso Alegre assustou o goleiro americano pouco depois, mas Minho, dentro da área, não aproveitou a grande chance e chutou para fora. O Coelho, por sua vez, tinha enorme dificuldade de ficar com a bola e errava muitos passes.

Desorganizado, o time de Vagner Mancini tomou outro susto e só não levou o gol porque o zagueiro Éder salvou a pátria alviverde. Na trama do Pouso Alegre, Michael Paulista chegou pela direita e cruzou na área. A bola ficou para Amarildo. Quase na marca do pênalti, ele chutou, mas Éder tirou em cima da linha.

Quem aparecia com destaque no América acabou premiado. Aos 29’, o volante Juninho começou a jogada e lançou a pelota para o estreante Mateus Gonçalves. O atacante cruzou na medida e o próprio capitão do Coelho tirou uma casquinha da bola e desviou do arqueiro Cairo, que viu a bola morrer sem muita força no seu canto direito.

Mesmo com a vantagem no placar, o América, completamente afobado, continuou errando passes e só não sofreu o empate porque faltou pontaria aos donos da casa, que continuaram tentando, tentando, tentando… e falhando.

Virou goleada…

O segundo tempo começou na mesma energia do primeiro, com os times mais apressados do que arrumados dentro de campo. No entanto, essa tal desorganização não impediu que o América ampliasse o placar. Aos 9’, Juninho – de novo ele – deu lindo passe para Benítez. Dentro da área, o camisa 10 tirou o goleiro e tocou a bola para o fundo das redes. O gol foi confirmado pelo VAR, após o bandeirinha erroneamente marcar impedimento.

Com o resultado, o Coelho melhorou e começou a chegar ao gol do Pouso Alegre com mais facilidade. O jogo ficou mais aberto e o Dragão fazia de tudo para marcar seu golzinho, mas escorregava no mesmo problema: a falta de pontaria.

Vagner Mancini mexeu no América e colocou Matheusinho, Wellington Paulista, Dadá Belmonte, Lucas Kal e Emmanuel Martínez em campo. Se a ideia era dar mais velocidade ao time, as trocas não fizeram tal efeito. Coelho e Pouso Alegre continuaram brigando no meio-campo, mas qualidade era artigo raro no gramado. Pelo menos os times compensaram a pouca inspiração com muita vontade.

Aos 40’, o estreante Dadá Belmonte deixou o seu. Após cruzamento de Matheusinho, o atacante, de frente para o gol, não perdoou. No apagar das luzes, Wellington Paulista ainda teve tempo de estufar as redes do Pouso Alegre. Como reza a “regra” num primeiro jogo de temporada, o que importa é vencer. O América sai de campo com os três pontos. Pior para o Pouso Alegre.

Ficha técnica

Pouso Alegre 0 x 4 América

Motivo: 1ª rodada do Campeonato Mineiro 2023

Local: Manduzão, em Pouso Alegre (MG)

Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral

Auxiliares: Pablo Almeida da Costa e Rodney Faria Lima

VAR: Erik Giovanni Fernandes

Gols: Juninho, aos 29 minutos do primeiro tempo; Benítez, aos 8, Dadá Belmonte, aos 40 e Wellington Paulista, aos 48 do segundo tempo.

Cartões amarelos: Heitor e Renato Vischi (Pouso Alegre)

próximo artigoINSS começa a pagar novo salário mínimo nesta quarta (25); confira
Artigo seguinteMateus Vital será reavaliado, após sofrer entrada dura e torcer o tornozelo