Pelo menos 30 pessoas morreram em BH vítimas de chuvas constantes nas últimas 24 horas

As fortes chuvas que atingem Minas Gerais provocaram 30 mortes nas últimas 24 horas. Estes dados foram divulgados no início da noite deste sábado (25) pela Defesa Civil do Estado. 

Segundo o balanço, ainda há 17 pessoas desaparecidas, além de 2.620 desalojadas e outras 911 desabrigadas. 

Ainda de acordo com o balanço da Defesa Civil de Minas Gerais, sete pessoas ficaram feridas. Até sexta-feira (24), eram 11 o número de mortes em Minas desde o início do período de chuvas, em outubro de 2019.

Até a tarde deste sábado já haviam sido contabilizadas 14 mortes por soterramento na Região Metropolitana de Belo Horizonte. É o que ocorreu em Betim, que já registrou seis mortes. Quatro pessoas morreram em um desmoronamento no bairro Duque de Caxias e duas no Jardim Teresópolis. 

Também na Região Metropolitana de BH, outras quatro pessoas morreram em Ibirité. Já em Contagem, um menino de 6 anos perdeu a vida por causa de um desabamento de uma casa no bairro Santa Edwiges, enquanto um jovem morreu soterrado na Vila Sapolândia, no Jardim Industrial. Na capital, duas pessoas morreram após desabamento na Vila Bernadete, na região do Barreiro.

As outras mortes foram registradas pela Defesa Civil em cidades de interior, como em Alto Jequitibá, na região da Zona da Mata. Pelo menos três mortes foram confirmadas, sendo dois irmãos. Uma senhora de 101 anos também faleceu após ser atendida no centro de saúde do município.

.