Novo temporal provoca mais uma morte na região Metropolitana de BH

Segundo o último boletim da Defesa Civil Estadual, há 65 pessoas feridas, mais de 28.8 mil pessoas desalojadas e outras 4.397 perderam suas casas (Foto: divulgação/ Defesa Civil)

Mais um temporal atingiu Belo Horizonte e provocou enchentes e novas destruições, na madrugada de hoje (29). Em Nova Lima, região Metropolitana de BH, um homem, de 45 anos, morreu no desabamento de uma casa.
 
A chuva atingiu, principalmente, as regiões Barreiro, Centro-sul e oeste da capital. Na Avenida Tereza Cristina, uma das principais vias da cidade, na região Oeste, uma cratera se abriu. Nesta região, choveu mais de 101 milímetros em três horas.
 
Na região Centro-Sul, os córregos do Leitão e Acaba Mundo transbordaram e provocaram enchentes até o centro de Belo Horizonte. Vários carros foram arrastados e asfaltos arrancados.  Na mesma região, um barranco desmoronou na BR -356. O maior volume de chuva foi registrado nessa região com quase 176 milímetros em três horas.
 
Nas avenidas Barão Homem de Melo, Silva Lobo e Professor Mário Werneck também foram registrados alagamentos.
 
Desde a última sexta-feira (24), Minas Gerais tem sido castigada pela chuva. Até o momento, o número de vítimas fatais subiu para 53. De acordo com o último boletim da Defesa Civil Estadual, há 65 pessoas feridas, mais de 28.8 mil pessoas desalojadas e outras 4.397 perderam suas casas.
 
O Governo já decretou situação de emergência em 101 municípios. O decreto foi publicado no Diário Oficial do estado. Além disso, no último domingo, o Ministro do Desenvolvimento Regional do Brasil, Gustavo Canuto, esteve em BH e disse que os atingidos pela chuva devem ter antecipação do Bolsa Família e do saque do FGTS.