Libertadores: São Paulo toma 4 da LDU, leva ‘baile’ e pode ser eliminado na próxima rodada

O São Paulo foi massacrado nesta terça-feira no Equador e perdeu por 4 a 2 para a LDU-EQU em duelo válido pela quarta rodada do grupo D da Conmebol Libertadores.

A equipe de Fernando Diniz agora tem uma missão quase impossível para seguir com chances de se classificar para as oitavas de final da competição.

Isso porque, com a vitória do River Plate sobre o Binacional por 6 a 0, os argentinos agora têm 7 pontos, contra 4 do tricolor paulista, enquanto a LDU é lider da chave com 9 pontos. Na próxima rodada, se o São Paulo perder do River no Monumental, está eliminado.

Se empatar, ainda resta uma chance remota diante do Binacional, lanterna da chave e cujos únicos 3 pontos foram conquistados contra o São Paulo, na última rodada. Porém, com o primeiro critério de desempate sendo o saldo de gols, é improvável. Isso porque o saldo do River no momento é +11 e o do São Paulo é 0.

No jogo desta terça, Cristian Borja abriu o placar aos 21 minutos de jogo com uma cabeçada certeira que encobriu Tiago Volpi.

A LDU dominou o time de Diniz e chegou ao segundo gol num erro infantil de saída de bola dos brsasileiros. Julio recuperou a bola, driblou a zaga e tocou para o fundo das redes aos 36 minutos.

Nos acréscimos, Julio novamente completou para as redes um contra-ataque fulminante dos equatorianos, que colocaram o time brasileiro “na roda”.

Diniz mexeu no time, colocando Paulinho Boia e Brenner no começo do segundo tempo. Boia cruzou, e Brenner fez o gol são-paulino aos 15 minutos do segundo tempo.

Ainda deu tempo de Arce, meter um golaço, chutando de fora da área no ângulo de Volpi, aos 31 do segundo tempo.

Com o jogo já “morto”, Trellez fez o segundo gol do São Paulo.

Porém, já era tarde demais, e o time de Fernando Diniz, que completa um ano no cargo nesta semana, sofreu mais um vexame.

próximo artigoAlerj vota impeachment de governador afastado do Rio, Wilson Witzel
Artigo seguinteAos 20 anos, Carlos Bolsonaro comprou imóvel com R$ 150 mil em dinheiro vivo