Proteção oferecida pela quadrivalente de HPV evita câncer em homens e mulheres

A vacina quadrivalente previne contra os quatro tipos do papilomavírus humano mais comuns no Brasil e evita o aparecimento de diversos tipos de câncer. Estima-se que essa vacina salve a vida de mais de 20 mil mulheres por ano.

A aplicação acontece por meio de injeção e a imunização contra o HPV está disponível pelo SUS em duas doses para meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos. Além do câncer, essa vacina previne lesões genitais pré-cancerosas de colo do útero, vulva, vagina e câncer do colo do útero em mulheres, verrugas genitais em mulheres e homens.

O Ministério da Saúde recomenda a vacinação contra todas as doenças imunopreveniveis. Isso porque as vacinas atuam no sistema imunológico criando anticorpos e protegendo a saúde. Todas as vacinas são recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), consideradas importantes para a prevenção e controle de doenças que podem ser evitadas com a vacinação.

As vacinas que fazem parte da Campanha Nacional de Multivacinação são: hepatite A e B, penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola, caxumba), tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba, varicela), DTP (tríplice bacteriana), varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

Estão disponíveis para os adolescentes, as vacinas HPV, dT (dupla adulto), febre amarela, tríplice viral, hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada). Todos os imunizantes indicados na caderneta são oferecidos de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Fonte: Agência Brasil

próximo artigoAlunos apoiados pela Prefeitura de Ipatinga recebem certificados de Curso de Aprendizagem da EPTOM
Artigo seguinteShopping Vale do Aço recebe exposição Natureza Gigante neste mês de setembro