As crianças precisam de pouco. Realmente, muito pouco para serem felizes e crescerem inteligentes saudáveis. Serem amadas, protegidas e, principalmente, experimentarem o simples: respeitar a fase da inocência e dar a elas o direito de brincar, usufruírem da liberdade e o direito de serem crianças.

Quem melhor pra dizer sobre esse assunto são eles, os pequenos, que com propriedade levaram a sério um bate papo daqueles, onde as respostas mostram como amor, família e valores podem fazer a diferença no presente e no futuro das crianças.

próximo artigoCurso sobre Formas de Contratação e Rotinas de Desligamento será realizado na FIEMG
Artigo seguinteLeilões de bens inservíveis da PMI geraram mais de R$ 500 mil em recursos

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here