Ipatinga assina contrato para zerar fila de pacientes que aguardam por cirurgias eletivas

Desde o início da pandemia, em março de 2020, uma longa fila de pacientes em Ipatinga aguardam há tempos, para chegar a vez de realizarem suas cirurgias. Há uma grande demanda reprimida no município. São procedimentos cirúrgicos de média e alta complexidade. A Fundação São Francisco Xavier e a Prefeitura de Ipatinga, em coletiva à imprensa, esclareceram os termos da assinatura do aditamento do convênio que prevê a realização de quatro mil cirurgias eletivas. A assinatura do aditamento do contrato para realização de cirurgias eletivas faz parte da segunda fase do Programa Fila Zero. Na primeira etapa do Programa o município oferece cerca de 30 mil exames de ultrassom, que já estão sendo realizados em todo os bairros de Ipatinga. Nesta segunda fase, a prefeitura de Ipatinga prevê um repasse de verbas para concretizar 280 tipos de procedimentos cirúrgicos, através do convênio.

próximo artigoBolsonaro recebe prazo para se explicar sobre agressões a jornalistas
Artigo seguintePreferência musical do brasileiro mudou na última década, mostra Ecad