Autoridades sanitárias alertam para a vacinação contra a febre amarela

A febre amarela como outras doenças virais estão sempre no centro das atenções das autoridades sanitárias.
No fim de 2020 e em 2021 houve a confirmação de casos de febre amarela em algumas regiões do estado e, devido ao aumento no número de ocorrências em regiões próximas ao Vale do Aço.

A Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Coronel Fabriciano vem realizando o monitoramento de Epizootias (morte de macacos) na região e conta com a colaboração dos profissionais de saúde, da população e demais entidades para fazer a identificação e informação da ocorrência de casos de macacos mortos. De acordo com área técnica da SRS-Fabriciano, na macrorregião do Vale do Aço ainda não foi confirmado casos de mortes de macacos por febre amarela.

A cobertura vacinal para febre amarela em menores de 1 ano de idade é de 74,09%, na região, porcentagem abaixo do ideal. As salas de vacinas dos municípios já receberam doses de vacinas para a campanha de multivacinação e, com a prorrogação da campanha pelo Ministério da Saúde para até o fim do mês de novembro, é fundamental que a população procure as UBS para a atualização do cartão de vacina.

próximo artigoPM diz que tiros de borracha foram disparados para preservar local que caiu avião da cantora sertaneja
Artigo seguinteVasco é goleado em São Januário e segue na Série B em 2022