O ano de 2023 vai marcar o pico do ciclo de investimentos previstos pela Usiminas para Minas Gerais. Os recursos foram detalhados pelo presidente da empresa, Alberto Ono, ao governador do Estado, Romeu Zema, em reunião nessa quarta-feira, e tem como destaque a reforma do Alto-Forno 3, da Usina de Ipatinga. A iniciativa representará aportes da ordem de R$ 2,7 bilhões até 2025 e gerar cerca de 8 mil empregos na região. A empresa anunciou ainda, outros investimentos de R$ 893 milhões nas aciarias e R$ 1,1 bilhão nas coquerias.

Para Alberto Ono, essas iniciativas reforçam o compromisso da empresa com o desenvolvimento de Minas e do Brasil. “A Usiminas acaba de completar 60 anos de operações e segue tendo Minas Gerais como o principal foco. Dos nossos 15 mil colaboradores, 12 mil estão no Estado e, além de gerar oportunidades para toda a cadeia de produção do aço, esses investimentos nos tornam ainda mais fortalecidos nas áreas operacional e ambiental e ainda mais preparados para continuar gerando valor para todos os nossos públicos de relacionamento”, afirma Ono.

próximo artigoIpatinga abre inscrições no dia 24 para cursos gratuitos de teatro e música
Artigo seguinteBB é eleito o banco mais sustentável do mundo pela quarta vez