Recepcionados pelo prefeito Nardyello Rocha, os técnicos percorreram todas as etapas de atendimento feitas na UPA

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ipatinga recebeu, na manhã desta última terça-feira (31), a visita de dois representantes do Ministério da Saúde. Eles vieram cumprir o processo de qualificação do serviço. A ação de vistoria técnica, que abrangeu toda a infraestrutura da unidade, assegurou ao município a continuidade de repasse federal no valor de R$ 250 mil.

Durante duas horas, a técnica Brenda Cristina Machado e o arquiteto hospitalar Thiago Mendonça de Souza, da Coordenação Geral de Urgência e Emergência (CGUE), do Ministério da Saúde, conheceram as instalações da UPA. Eles sugeriram algumas melhorias e destacaram iniciativas positivas realizadas pela unidade de Ipatinga.

A cada três anos, os profissionais do Ministério da Saúde realizam esta vistoria. Recepcionados pelo prefeito Nardyello Rocha, pela secretária municipal de Saúde, Érica Dias e equipe de diretores da UPA, os técnicos percorreram todas as etapas de atendimento que os pacientes, rotineiramente, cumprem. Foram analisados protocolos clínicos de assistência. Eles avaliaram ainda a documentação da Unidade, o processo de acolhimento e classificação de risco. Além dos equipamentos médico-hospitalares e mobiliários, também verificaram a caracterização visual da Unidade, conferiram as salas de atendimento e diversos setores do serviço, como o de estabilização.

“Nós sabemos que quando o atendimento de urgência e emergência é bem feito, ele atrai mais e mais pacientes. Por isso, a nossa porta de entrada está sempre cheia. Sabemos também que cerca de 30% dos atendimentos que realizamos na UPA são de moradores de outras cidades. Então, é muito importante a presença desses representantes do Ministério da Saúde, para que conheçam nossa realidade e constatem como esse recurso é necessário para o município”, enfatizou o prefeito Nardyello Rocha.

 

upa - vistoria ministerio da saude

O fluxo de atendimento ordenado no interior da Unidade, o bom estado de conservação de equipamentos hospitalares e a Central de Material de Esterilização foram iniciativas positivas destacadas pelos técnicos

Diferenciais da UPA Ipatinga

Durante a vistoria e análise do serviço, diversas iniciativas realizadas especificamente pela UPA em Ipatinga foram destacadas pelos técnicos como diferenciadas no atendimento. Como exemplo, foram enfatizados o fluxo de atendimento ordenado no interior da Unidade, o bom estado de conservação de equipamentos hospitalares e a Central de Material de Esterilização.

Estrutura UPA Ipatinga

Classificada como Unidade de Porte III, a manutenção da UPA Ipatinga envolve um custo mensal de R$ 2 milhões. Desse total, aproximadamente R$ 1 milhão e 300 mil são custeados pelos cofres municipais. R$ 500 mil são repassados pelo Governo Federal – sendo R$ 250 mil para critério de habilitação e R$ 250 mil para qualificação. O governo estadual deve arcar com o valor de R$ 125 mil.

Atualmente, a UPA possui 290 profissionais, distribuídos entre clínica médica, cirurgia, ortopedia, enfermagem e odontologia. Eles atuam num esquema de rodízio, em escala de plantão de 12 horas. A Unidade dispõe de 20 leitos de observação, seis boxes de emergência, dois leitos de isolamento, sala de politrauma, pronto-socorro odontológico, além de serviços de Raios-X, eletrocardiografia e laboratório.

Fonte: PMI

próximo artigoSaúde na terceira idade, atividade física melhora bem-estar físico e mental
Artigo seguintePrimeira parcela do 13º dos servidores deve movimentar economia de ipatinga
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários