Santana do Paraíso vai se filiar ao CIMVA e ampliar potencial de desenvolvimento

Autorização para novos loteamentos, licenças ambientais e certificação para os produtores estão entre os benefícios

Santana do Paraíso se associará a uma entidade que vai fortalecer o desenvolvimento do município e gerar mais oportunidades de emprego e renda para a população. Trata-se do Consórcio Intermunicipal Multifinalitário do Vale do Aço (CIMVA), entidade que busca o desenvolvimento dos municípios, por meio de ações compartilhadas entre o setor público e privado. O CIMVA trabalha com vários projetos, entre eles a autorização para novos loteamentos e a liberação de licenças ambientais, a partir de uma rigorosa análise das câmaras técnicas. Os parceiros nesse processo de licenciamento ambiental são a Fiemg, o Codanorte (Consórcio de Desenvolvimento Ambiental do Norte de Minas), a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e as Prefeituras.

O foco do CIMVA é o desenvolvimento integrado. A entidade atua para ampliar as compras compartilhadas com menor custo e busca soluções para áreas como infraestrutura, tecnologia, educação, saúde, mobilidade urbana e meio ambiente, investindo no desenvolvimento sustentável.

Na última terça-feira (16/11), o Executivo de Santana do Paraíso encaminhou à Câmara Municipal projeto de lei que dispõe sobre a filiação do município ao CIMVA. Conforme o prefeito Bruno Morato, a filiação de Santana do Paraíso trará ganhos expressivos. “Com o ingresso no CIMVA, nossos produtores terão a oportunidade de ampliar seu mercado. Será uma vitrine a mais para que possamos fomentar negócios e, assim, gerar mais emprego e renda para a nossa população. Além disso, vamos aprimorar a liberação de novos loteamentos e licenças ambientais, o que tornará o nosso município mais atrativo para investimentos”, destaca Bruno Morato, que na sexta-feira (19/11) participou de uma reunião com o presidente do CIMVA, Ailton Silveira Dias (prefeito de Entre Folhas) e o secretário-executivo do Consórcio, Albson Alvarenga.

Na reunião, a direção do CIMVA destacou que está em fase de implantação o Serviço de Inspeção Municipal (SIM), que controla a qualidade dos produtos de origem animal, como carne, queijo, ovos, mel e doces. Com isso, será realizado o monitoramento e a inspeção da saúde do rebanho e a higiene da industrialização, certificando com selo de garantia todos os produtos.

Com o selo SIM, que será oferecido a partir de 2022, produtores das cidades consorciadas ao CIMVA poderão comercializar seus produtos fora dos limites de seus municípios. Na sequência, também será implantado o selo nacional do SIM, o que garantirá aos produtores certificação para vender em todo o território nacional.

O CIMVA trabalha com os municípios dos Vales do Aço, Rio Doce, Mucuri, Jequitinhonha e Leste mineiro. As ações beneficiam, direta e indiretamente, 1,3 milhão de pessoas.

próximo artigoVídeo mostra momento em que homem é morto em bar em Ipatinga
Artigo seguinteEquador e Colômbia abrirão fronteira comum a partir de dezembro