Prefeitura de Ipatinga realiza bateria de testes rápidos em pacientes notificados

No próximo sábado (27), a partir das 9h, a Prefeitura de Ipatinga, por meio da Secretaria de Saúde, irá realizar uma bateria de testes rápidos em domicílio com objetivo de zerar o número de pessoas notificadas como suspeitas de coronavírus e que aguardam para uma checagem definitiva. Somente neste sábado, o município pretende realizar uma média de 180 exames.

“Serão testadas no sábado aquelas pessoas que fazem parte do rol de suspeitos do município e que, nesta quinta-feira (25), na sexta (26), domingo (28) e na segunda-feira (29) terão alcançado o período de 10 a 12 dias de sintomas. Esperamos que essas pessoas estejam em suas casas e recebam a equipe de saúde da Prefeitura de Ipatinga para a testagem, que será realizada dentro do horário comercial”, esclareceu a secretária de Saúde, Érica Dias.

“Pensando em fazer um apanhado desses testes rápidos, que eram para ter sido feitos nos últimos dias dessa semana e não foram realizados porque a equipe de saúde não encontrava a pessoa notificada em casa, organizamos uma força-tarefa para este sábado. Esta é mais uma ação que tem como objetivo traçar um mapa real da situação da covid-19 em nosso município, para discutirmos novas diretrizes em combate ao vírus”, enfatizou o prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha.

Novo protocolo para testes

Desde esta quinta-feira (25), o município passou a adotar um novo protocolo de execução dos testes rápidos. Os exames serão realizados por agendamento, no domicílio do munícipe.

A partir daí, todo paciente que for notificado como caso suspeito para a covid-19 receberá na Unidade Básica de Saúde um agendamento com o dia para realização do teste e também os seus dados cadastrais (nome completo, endereço e contato telefônico).

A Administração municipal orienta ao paciente que, ao receber uma via do documento, verifique se todas as informações estão corretas. Caso contrário, deve realizar no local a atualização do cadastro.

“A Secretaria de Saúde adotou esse procedimento porque estava acontecendo da equipe chegar na casa do paciente para realizar o teste rápido e ele, por algum motivo, não se encontrar em sua residência. Assim o processo ficava moroso, fazendo-se necessário retornar nas casas várias vezes no dia. Com o agendamento, o paciente fica sabendo que aquele dia estará reservado para ele fazer o exame”, finaliza a titular da pasta da Saúde.

fonte: PMI