Prefeitura de Ipatinga muda de sede e atendimentos são alterados temporariamente

Conforme o Decreto nº 10.260, publicado no Diário Oficial do Município nesta segunda-feira, 3 de outubro, a migração das pastas Executiva, Gabinete, Governo, Planejamento e Comunicação Social suspende o atendimento dessas pastas ao público e aos servidores até o dia 7 de outubro. 

Todas as repartições do prédio-sede do poder Executivo de Ipatinga, na praça dos Três Poderes, do primeiro ao sexto andar, estão sendo transferidas gradativamente para os respectivos espaços que ocuparão na sede temporária – na avenida Carlos Chagas, nº 789, bairro Cidade Nobre (antigo prédio da Faculdade Pitágoras). Ao longo da mudança, a prefeitura fará comunicados de quais pastas e serviços estarão no período de transição e o período que estarão indisponíveis.  

O novo espaço abrigará provisoriamente todas as secretarias e seus respectivos departamentos enquanto a reforma do prédio do Centro é executada. A migração das secretarias vem se dando de forma gradativa, conforme um cronograma estruturado pela Secretaria de Segurança e Convivência Cidadã (Sescon).  

Nesta semana, de acordo com o Decreto nº 10.260, publicado no Diário Oficial do Município nesta segunda-feira, 3 de outubro, as secretarias Executiva, Gabinete, Governo, Planejamento e Comunicação Social iniciaram o processo de transferência de sede. Com isso, os atendimentos das respectivas pastas ficam suspensos até o dia 7 de outubro, conforme a determinação.   

Durante a mudança, os servidores que são lotados nas secretarias que estão em transferência realizam suas atividades de forma remota.  

As pastas de Controladoria Geral, Obras, Procuradoria Geral, Desenvolvimento Econômico e Turismo, e ainda 30% do efetivo da Secretaria Municipal de Dados, já estão operando no novo prédio. 

Nova sede X reforma 

A nova localização – mantida enquanto a construção original passa por uma ampla reforma – é estratégica, por questões de facilidade de acesso, estacionamentos, aspectos favoráveis à adequação e outros fatores como a sua proximidade da Suplan, onde há tempos já funcionam vários setores operacionais da prefeitura. 

A reforma do prédio-sede da administração municipal, bancada com recursos captados do Finisa – Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento, da Caixa Econômica Federal, tem previsão de dois anos para ser concluída. 

“O edifício que abriga o Executivo municipal é muito antigo, e apresenta problemas estruturais.  Com isso, a reforma se faz necessária, pois trará mais comodidade e conforto para todos, refletindo na melhoria da assistência do poder público à população”, pontua o prefeito Gustavo Nunes. 

próximo artigoGalo terá a baixa de dois laterais contra o Santos; veja a lista de relacionados
Artigo seguinteCruzeiro x Ituano: mais de 50 mil ingressos já foram vendidos para o duelo