Polícia Civil realiza em Coronel Fabriciano operação contra grupo acusado de desviar R$ 5 milhões

Na manhã de hoje a Polícia Civil de Minas Gerais, através da Delegacia de Coronel Fabriciano, apoiou a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) no desencadeamento da Operação Tracking 2, visando desarticular um grupo criminoso responsável pelo prejuízo de R$ 5 milhões a empresas de comércio on-line. A ação contou com apoio da Polícia Civil de Goiás, Pernambuco, Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Sul. 

De acordo com a investigação, a organização criminosa se cadastrava com dados falsos em plataformas de comércio eletrônico. Em seguida, simulava a compra e venda de produtos para receber o código de postagem de baixo valor. Revendia os códigos a comerciantes, que postavam as mercadorias por um preço superior ao estabelecido. 

Na sequência, segundo os investigadores, os Correios cobravam o valor excedente às plataformas de comércio eletrônico 

De acordo com a PCDF, o grupo agia desde 2018. As investigações tiveram início em 2021. Os integrantes da quadrilha respondem pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e organização criminosa. Os comerciantes que compraram as etiquetas de remessa poderão ser responsabilizados pelo crime de receptação. 

Em Cel. Fabriciano, uma mulher de 27 anos foi presa no Bairro Silvio Pereira 2, em virtude a ordem judicial expedida pela Vara Criminal do DF, sendo encaminhada para o Sistema Prisional de MG para ficar à disposição da justiça.

próximo artigoEvento no Parque Ipanema orienta mães sobre a importância da amamentação
Artigo seguintePablo Marçal critica baixos salários de soldados no país