No dia 5 de outubro serão feitos dois pagamentos referentes aos meses de agosto e setembro.

O auditório da Prefeitura de Timóteo recebeu no fim da tarde desta sexta-feira(28),  uma reunião convocada pela administração municipal com os servidores públicos aposentados para esclarecer alguns pontos sobre a complementação salarial. O encontro contou a presença do prefeito Douglas Willkys e do secretariado municipal, vereadores e representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinsep).

Os pagamentos da complementação serão feitos no quinto dia útil de cada mês. No próximo dia 5 de outubro serão feitos dois pagamentos referentes aos meses de agosto e setembro, reajustados em 3%, percentual acordado com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinsep), durante campanha salarial. A partir de segunda-feira, dia 1º de outubro, o setor de Recursos Humanos da Prefeitura atenderá a partir das 14h, os aposentados que tenham alguma pendência ou dúvida a ser resolvida em casos específicos.

O procurador geral do município, Humberto Abreu, durante a sua fala reforçou a preocupação com a segurança jurídica e a estabilidade institucional do município. “Desde o início a nossa intenção era trabalhar dentro dos limites da lei, com toda a segurança jurídica que a Administração precisava ter para fazer a complementação”, citou.

O prefeito Douglas Willkys, por sua vez, agradeceu a presença dos aposentados, afirmou que o encontro desta sexta-feira era “o ponto final de uma etapa  difícil e de sofrimentos pela qual os aposentados passaram”. Douglas enfatizou também que para cumprir com o pagamento de salários, complementação e férias em dia, a administração vai ter que adotar medidas duras que vão impactar no restante da cidade.

Independentemente das manifestações e cobranças que atual gestão sofreu por aguardar um posicionamento do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) para fazer os pagamentos da complementação, Douglas disse que “não mais é hora de olhar pelo retrovisor”. “O momento atual do nosso município não permite vaidades, nem caprichos. Vamos olhar pra frente e trabalhar para que o nosso volte a ter credibilidade e segurança institucional”, pontuou Douglas Willkys.

Fonte: PMT

próximo artigoBrasil acaba com invencibilidade dos EUA no Mundial de Vôlei
Artigo seguinteNo PR, Meirelles critica fala de Mourão e diz confiar que estará no 2º turno
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários