O esquema criminoso teria movimentado mais de R$ 9 milhões e remetido ilegalmente para o exterior cerca de 63 pessoas, incluindo crianças e adolescentes

A Polícia Federal (PF) faz operação na manhã desta quinta-feira (23 de maio) contra grupo suspeito de esquema de migração ilegal de pessoas para os Estados Unidos (EUA), em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce. Segundo as autoridades, o esquema criminoso teria movimentado mais de R$ 9 milhões.

Cinco mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 1ª Vara Federal de Governador Valadares, nas residências e endereço comercial dos envolvidos, nos municípios mineiros de Governador Valadares e Coroaci.

Conforme a PF, estima-se que a associação criminosa tenha remetido ilegalmente para o exterior ao menos 63 pessoas, incluindo crianças e adolescentes. Segundo as investigações, o grupo criminoso ostentava um patrimônio incompatível com as atividades formalmente declaradas. Há indícios da utilização de terceiros e empresas de fachada para ocultar e dissimular valores provenientes do envio ilícito de brasileiros para os EUA.

A polícia calcula que a associação tenha movimentado mais de R$ 9 milhões no esquema ilegal. Houve determinação judicial de sequestro de bens até o limite de R$ 3,6 milhões. Durante a operação foram apreendidos ainda veículos, documentos, celulares e valores em moeda nacional e estrangeira.

Se comprovado os crimes, os investigados responderão pelos crimes de promoção de migração ilegal, envio irregular de criança e de adolescente ao exterior e associação criminosa, cujas penas máximas somadas ultrapassam 16 anos de reclusão.
próximo artigoPrefeitura de Ipatinga realiza ação intensiva de limpeza em importantes corredores de tráfego da cidade
Artigo seguinteVenda geral de ingressos para o Rock in Rio começa nesta quinta. Saiba como comprar:
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários