Ipatinga tem 885 casos suspeitos de Covid-19; prefeitura esclarece sobre diferença de suspeitos e descartados

De acordo com boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura de Ipatinga na tarde desta quarta-feira (25), subiu para 885 casos suspeitos de coronavírus na cidade. Uma pessoa já testou positiva para Covid-19. E 48 casos foram descartados.

Nota de Esclarecimento

A Secretaria de Saúde de Ipatinga esclarece aos órgãos de imprensa e também à população, de um modo geral, que o fato de os números de casos suspeitos e descartados de covid-19 evoluírem de forma diferente no boletim epidemiológico divulgado diariamente pelo município se deve, antes de mais nada, à máxima atenção dada pelo governo municipal às ameaças de transmissibilidade, sem dar margem a que sintomas que sugiram contaminação sejam subestimados, ignorados ou tratados com desleixo.

É preciso que fique claro que, de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, os casos considerados suspeitos são TODOS aqueles que o profissional médico avaliou o paciente e constatou sinais que PODEM indicar a contaminação pela covid-19. Não necessariamente esse paciente será positivo para a doença, embora seja contabilizado no rol de casos investigados, demonstrando o cuidado das equipes de saúde locais em oferecer o máximo de proteção à comunidade.

Para melhor compreensão, deve ser esclarecido ainda que a coleta do material para confirmação ou não da contaminação pelo coronavírus não é realizada em todos os pacientes do município considerados suspeitos. E isto se deve única e exclusivamente à falta de kits. Em função da grande demanda, o Estado não tem enviado ao Município número suficiente de kits para a realização do procedimento em todos os suspeitos.

Mediante esta circunstância, o Município adotou, de acordo com recomendação do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde, um critério eletivo para a realização da coleta dos exames e utilização dos kits. TODOS os pacientes que estão INTERNADOS obrigatoriamente são submetidos à coleta do exame. Também está sendo realizado o procedimento, por amostragem, nos pacientes pertencentes aos grupos de risco, principalmente os idosos, que apresentam sintomas compatíveis com a Covid-19.

Em síntese, menos de 10% dos pacientes examinados e contabilizados preventivamente como casos suspeitos em Ipatinga tiveram o seu material coletado e enviado para a Funed.

Por último, quanto à diferença entre os números registrados e divulgados pelo boletim epidemiológico da Prefeitura, em relação ao boletim do Estado, a SMS esclarece que diariamente é enviado à Secretaria Estadual de Saúde o levantamento dos casos considerados suspeitos pelo município. Contudo, há uma demora por parte do Estado para processar esses números, obviamente por limitações técnicas e operacionais.

Por fim, a administração municipal reitera que os números divulgados no Boletim Epidemiológico diariamente, sempre por volta das 16h, expõem com fidelidade os números oficiais do município e por ele encaminhados à Secretaria Estadual de Saúde.