Ipatinga obtém liberação para construir mais 656 apartamentos

O Ministério das Cidades deu sinal verde à Prefeitura de Ipatinga, nesta quarta-feira (26), para a construção de mais 656 apartamentos no município, por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida, sendo 496 no bairro Planalto II e outros 160 no Veneza II. As obras já têm os processos de licitação concluídos e deverão ser iniciadas dentro dos próximos dois ou três meses. A publicação foi feita no Diário Oficial da União.

Com os 240 apartamentos já em adiantada fase de execução no bairro Nova Esperança, que têm previsão de entrega até o segundo semestre de 2019, agora são 896 novas unidades habitacionais liberadas para famílias com renda mensal de até R$ 1.800. Há, ainda, a expectativa de liberação de mais 496 unidades para a região do Veneza, cujo processo já tramita junto à Caixa Econômica Federal, o que elevará para 1.392 o número de novos apartamentos disponibilizados.

Déficit habitacional

A notícia dos 656 apartamentos liberados nesta quarta-feira foi dada pelo prefeito Nardyello Rocha, que se dirigiu a Brasília para uma série de compromissos, entre eles uma audiência no Ministério das Cidades na companhia do deputado federal Leonardo Quintão, cujas intervenções têm sido fundamentais para agilização dos benefícios. “Graças a esse apoio, estamos podendo operacionalizar o maior plano habitacional já executado no município em toda a sua história, socorrendo milhares de famílias de baixa renda que sonham há décadas com suas moradias. O déficit habitacional local chega a 4.600 unidades, segundo o IBGE. É muito importante frisar também que a construção civil gera um grande número de empregos e as vagas de trabalho criadas são reservadas prioritariamente aos moradores das regiões atendidas. Além disso, uma vasta cadeia de serviços é acionada paralelamente, aquecendo setores como os de alimentação, combustíveis, etc”, enfatizou o prefeito.

Para que se tenha uma ideia do significado das obras definidas dentro do atual mandato, nos últimos 27 anos o total de moradias erguidas para a população de baixa renda, na cidade, foi de 3.000 unidades.

Seleção de famílias

A cargo da WR Construtora, o prazo para construção dos 240 apartamentos no bairro Nova Esperança se estende até dezembro de 2019, mas o diretor da empresa, Wallace Barreto Simão, trabalha com a possibilidade de antecipar em sete meses o cronograma. No pico das obras, a previsão é de 270 operários envolvidos. As inscrições das famílias interessadas foram iniciadas no último dia 19 e se estendem até 19 de outubro próximo, podendo ser feitas num posto avançado montado no galpão central do Parque Ipanema ou em link disponibilizado no site da Prefeitura de Ipatinga. Os beneficiados deverão ser definidos em sorteio num local público, entre as famílias cadastradas que atendam às condições essenciais exigidas pelo Programa. Os cadastros são rigidamente fiscalizados, inclusive com verificação de contas de luz e cruzamentos de dados, para que as pessoas realmente necessitadas sejam beneficiadas, sem favorecimentos ou protecionismos.

Os beneficiados com os apartamentos em construção no Nova Esperança vão desembolsar um valor simbólico pela propriedade. São 120 prestações de R$ 80, sem entrada.

Os 496 novos apartamentos liberados para o bairro Planalto II serão edificados pela Master Construtora. Os 160 apartamentos autorizados pelo Ministério das Cidades para o Veneza II também estarão a cargo da WR Construtora.

Outras 496 unidades pleiteadas são para as imediações do Distrito Industrial e a obra será executada pela Construtora KTM.