Ipatinga inicia campanha de vacinação contra a gripe

Imunização começa por pessoas acima de 60 anos e trabalhadores da Saúde

A Prefeitura de Ipatinga, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, inicia nesta segunda-feira (4) a 24ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. O município espera imunizar 90% do seu público-alvo. Nesta primeira etapa, serão vacinadas pessoas acima de 60 anos e trabalhadores da Saúde. Este ano a imunização ocorre entre 4 de abril e 3 de junho, sendo 07 de maio o Dia D de mobilização social.

Em Ipatinga, a campanha de vacinação de 2021 não atingiu a meta de contemplar pelo menos 90% de todos os indivíduos que integram os públicos-alvos. No geral, apenas 78% das pessoas elegíveis para tomar a dose contra a Influenza compareceram aos postos de saúde durante a campanha do ano passado.

O Ministério da Saúde alerta sobre a importância da vacinação contra a gripe. Assim como a Covid, os imunizantes contra a gripe não protegem contra a infecção em si, mas são efetivos para evitar as complicações graves da doença, relacionadas à hospitalização e morte. Ou seja: tomar a vacina pode até não impedir que as pessoas contraiam o vírus Influenza, mas diminui consideravelmente o risco de o quadro evoluir para algo mais grave.

Primeira etapa – de 4 de abril a 2 de maio

– Idosos com 60 anos ou mais

– Trabalhadores da saúde

Segunda etapa – de 3 de maio a 3 de junho

– Crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias)

– Gestantes e puérperas
– Povos indígenas

– Professores
– Comorbidades

– Pessoas com deficiência permanente

– Forças de segurança e salvamento e Forças Armadas

– Caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso

– Trabalhadores portuários

– Funcionários do sistema prisional

– Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas

– População privada de liberdade

próximo artigoCâncer infantil: diagnóstico precoce pode resultar na cura de até 80%
Artigo seguinteAdvogado Especialista em Direito de Trânsito esclarece dúvidas sobre o bafômetro