Ipatinga inicia campanha contra sarampo e poliomielite

A meta da Secretaria de Saúde de Ipatinga é imunizar 95% das crianças, o que corresponde a 11.755

Os pais e responsáveis por crianças na faixa etária de um até quatro anos, 11 meses e 29 dias têm compromisso de protegê-las contra a poliomielite (paralisia infantil) e o sarampo. A partir desta segunda-feira (6), até o dia 31 de agosto, a Secretaria de Saúde de Ipatinga realiza no município a campanha de vacinação contra estas doenças. As vacinas estão disponíveis em 17 salas de vacinação (confira os locais abaixo), que funcionam das 7h30 às 15h30.

Iniciada em todo o país, a mobilização terá em 18 de agosto, um sábado, o ‘Dia D’, com a participação de aproximadamente 230 profissionais nas Unidades Básicas de Saúde de Ipatinga. Nesta data, 20 salas de vacinação serão abertas, das 8h às 17h.

O público-alvo da campanha é estimado em 12.374 crianças. A meta da Secretaria Municipal de Saúde é imunizar 95% delas, o que corresponde a 11.755.

De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Mara Fernanda Alves, “o poder público tem os pais e responsáveis como parceiros neste trabalho de manter longe das crianças essas doenças, uma vez que são eles que levam o público-alvo às salas de imunização com a caderneta de vacinação para avaliação e registro”.

Atualmente, a cobertura de poliomielite e sarampo no município está abaixo do preconizado pelo Ministério da Saúde. Somente 65% das crianças, dentro da faixa etária indicada pela campanha, estão protegidas contra a polimielite e 80% contra o sarampo. E há três casos suspeitos de sarampo no município, investigados neste momento por técnicos do Departamento de Vigilância Epidemiológica de Ipatinga.

A médica pediatra Lara Vieira reforça que não há tratamento específico para o sarampo e alerta sobre os riscos de sequelas em crianças que adquirem a doença.

“O sarampo é uma infecção viral, que afeta principalmente bebês durante o primeiro ano de vida. Não existe tratamento específico com antibiótico para a cura da doença. Por isso, a vacina é a melhor forma de prevenção. As pessoas não imunizadas correm o risco de complicações graves, provocadas por encefalites, que podem gerar paralisias cerebrais que levam até mesmo à morte”, explica.

vacinação
Para Cassemiro, ‘é importante proteger os meninos contra as doenças, principalmente porque há alguns casos registrados em algumas partes do Brasil’

‘Seu’ João Cassemiro é avô do pequeno Gabriel Carvalho, de quatro anos, e de Isadora Carvalho, de sete. Nesta segunda-feira (6), a família compareceu à Unidade de Saúde do bairro Cidade Nobre para colocar em dia o cartão de vacinação.

Para Cassemiro, “é importante proteger os meninos contra as doenças, principalmente porque há alguns casos registrados em algumas partes do Brasil. Vacinar é um ótimo remédio pra garantir a proteção”, disse ele, após a imunização de Gabriel.

Sobre a pólio

O último caso de poliomielite no Brasil ocorreu em 1989, conforme dados do Ministério da Saúde. A poliomielite foi responsável por danos irreparáveis em milhares de crianças no mundo. Ações de prevenção e controle, em especial a vacinação, contribuíram para que em 1994 o Brasil recebesse da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem do seu território, juntamente com os demais países das Américas.

Esquema vacinal da poliomielite (somente crianças):

– VIP (Vacina Inativada de Poliomielite) aos 2, 4 e 6 meses;

– reforços com VOP (Vacina Oral da Poliomielite) aos 15 meses e com 4 anos.

Esquema vacinal contra o sarampo:

– crianças: uma dose aos 12 meses (tríplice viral) e outra aos 15 meses (a tetra viral) de idade;

Não devem receber a vacina:

– casos suspeitos de sarampo;

– gestantes, que devem esperar para serem vacinadas após o parto. A recomendação do MS para as mulheres que planejam engravidar é de que seja feito um exame de sangue para verificar se já estão imunes à doença. Se não estiverem, essas mulheres devem se vacinar um mês antes da gravidez;

– menores de seis meses de idade;

– imunocomprometidos

 

Confira os locais de vacinação em Ipatinga

 

UBS Barra AlegreUBS Bethânia

UBS Bom Jardim

UBS Bom Retiro

UBS Canaã

UBS Caravelas

UBS Cidade Nobre

UBS Esperança I e II

UBS Iguaçu

UBS Jardim Panorama

UBS Limoeiro

UBS Nova Esperança

UBS Vale do Sol

UBS Veneza II

UBS Vila Celeste

UBS Vila Militar

 

Fonte: PMI