Ipatinga empossa membros e reativa o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher

Com a presença do prefeito Gustavo Nunes, foram empossadas nesta segunda-feira (18), em solenidade realizada na Casa do Artesão Matizes, no Novo Centro, as conselheiras titulares e suplentes do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher ( CMDM). Entre outros, participaram ainda da cerimônia a Secretária de Assistência Social, Jany Mara Bartolomeu, e a Secretária Executiva, Paola Maia.

São 24 conselheiras eleitas, com mandato a ser cumprido entre 2022 e 2024.

Em sua fala durante o evento, o chefe do Executivo destacou: “O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher é um importante espaço para construção e aperfeiçoamento da democracia participativa. De composição paritária, com representantes da sociedade civil e do governo, é um instrumento por meio do qual se busca melhorar as condições de vida das mulheres, viabilizando políticas públicas mais eficientes voltadas para o segmento”.

CASA DE APOIO

Ao parabenizar as eleitas, o prefeito assegurou que uma das prioridades de sua gestão é dar atenção especial aos anseios e demandas das mulheres. Ele enfatizou que os conselhos são importantes braços de apoio do poder público para proporcionar maior proteção e qualidade de vida à população, lembrando também o papel da Ouvidoria Municipal como canal de interação com a sociedade.

Gustavo aproveitou ainda a ocasião para anunciar que o governo está empenhado na implantação da Casa de Apoio a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica. “Trata-se de um projeto abrangente que está nascendo e ganhando forças para ser executado brevemente na cidade. O local contará com profissionais capacitados e ofertará todo apoio para mulheres que necessitarem de ajuda”, informou.

Para a secretária municipal de Assistência Social, Jany Mara Bartolomeu, o Conselho, o Conselho é um avanço na conquista e garantia dos direitos das mulheres. “O organismo é o espaço apropriado para que as mulheres de Ipatinga encontrem amparo em relação a muitas necessidades, a certeza de que poderão ser ouvidas e tratadas com mais dignidade”, sintetizou.

próximo artigoHomem embriagado causa transtornos em Ipatinga: dá tiros, bate carro e causa danos à viatura da PM
Artigo seguinteInstituto Usiminas apresenta diversas atrações presenciais para o Vale do Aço na semana do feriado, dia 21