Em mais uma evidência da evolução do nível de ensino na rede local, nada menos que 28 alunos que estudam nas escolas municipais de Ipatinga obtiveram sucesso em concursos de seleção para nível técnico no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet) e Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG).

Especialmente nos anos finais do Ensino Médio, os alunos ganham suporte para concorrerem nos mais diversos vestibulares, dentre eles os institutos federais, onde o ensino é gratuito e cobiçado por grande número de estudantes, acirrando a competição. As aprovações confirmadas estão sendo bastante festejadas pelo governo municipal. “Continuamos trabalhando de forma muito dedicada, contando com o apoio fundamental de equipes diretivas e professores compromissados com o futuro de nossas crianças, adolescentes e jovens, visando fazer de nossa cidade uma referência nacional na área”, comemorou o prefeito Gustavo Nunes.

Os vitoriosos

Os alunos aprovados são das seguintes escolas municipais: Carlos Drummond de Andrade (Ideal) – Isabela Costa Vieira, Gustavo Almeida, Gabriel Barbosa, Bernardo Caldeira e Yasmim Gonçalves Mariano, no IFMG; Zélia Duarte Passos (Bethânia) – Júlia Emanuelly de Oliveira Sá, Michael Brayan da  Silva Almeida, Ana Clara Fidelis Dias, Rikesley Cauã Gonçalves Alves e Leandro Silva Veríssimo, no IFMG; Maria Eduarda Pires F. Cardoso e Ana Júlia Andrade Santos, no Cefet e IFMG; Padre Bertollo (Cidade Nobre) – Carlos Eduardo Couto Morais e Marcos Vinícius Assis Santos, no Cefet e IFMG; Mariane Mascarenhas Lima, no Cefet;  Padre Cícero de Catro (Bom Retiro) – Saluá Ribeiro Helal Charaf, Letícia Moreira Aredes, Aaron Sachi do Nascimento Barcelos, Samuel William Costa Arruda, Samuel Carvalho Oliveira, Gustavo Valadares, Maria Eduarda Estêvam dos Reis Godoy, Maria Eduarda Pereira e Antônio Vinicius Pereira Oliveira, no Cefet; Maria Eduarda, no IFMG. Levindo Mariano (Bom Jardim) – Yuri Moreira

próximo artigoUnileste abre processo seletivo para diversas áreas
Artigo seguinteFabriciano amplia ações de combate ao Aedes aegypti para conter aumento de casos de dengue e chikungunya