Ipatinga: Atual gestão reforça a importância da Ouvidoria

Canal aberto de comunicação entre o cidadão e a Prefeitura, a Ouvidoria Municipal de Ipatinga baseia-se nos princípios do diálogo e da transparência para que os moradores possam se manifestar sobre os agentes públicos e os serviços prestados no município. O setor atende demandas pontuais. Segundo o Controlador Geral do município, Diêgo Henrique Tuschtler, “a repartição funciona como um instrumento que indica as principais manifestações dos moradores, permitindo identificar e corrigir fragilidades e aprimorar as políticas públicas de atendimento aos munícipes”.

 Os atendimentos recebidos pela Ouvidoria são de solicitações, denúncias, sugestões, elogios, reclamações e agradecimentos.

As mensagens, cujos autores podem ser identificados ou não, são sempre encaminhadas às Secretarias Municipais. Após analisadas e respondidas, o Ouvidor retorna o contato com o solicitante para os devidos esclarecimentos, pelo mesmo canal.

Como se comunicar com a Ouvidoria

Das 8h às 18h, as solicitações podem ser feitas pelos telefones 156/3829-8159 e 3829-8156. Estes números funcionam como aplicativos de mensagens e recebem ligações. Nestes números o usuário poderá realizar denúncias relacionadas ao descumprimento das medidas sanitária contra o Coronavírus e outros assuntos referente a pandemia na cidade.

Os usuários podem acessar o serviço através do site da Prefeitura (www.ipatinga.mg.gov.br). O cidadão deve clicar no botão OUVIDORIA. Por esse canal pode-se anexar fotos, vídeos e documentos.

Denúncias referentes à Saúde

Denúncias e demais serviços relacionados à Secretaria Municipal de Saúde devem ser dirigidos ao telefone 3829-8282.

Ao enviar a solicitação, em qualquer um dos canais, o cidadão deve solicitar o número do protocolo, que deverá ser utilizado para acompanhar o andamento de sua demanda.

Respostas às solicitações

Ainda de acordo com Diêgo, as Secretarias Municipais buscam atender as solicitações o mais rapidamente possível. Quando isso não ocorre ou a manifestação é devolvida sem solução, a Ouvidoria promove uma nova tramitação, indicando a providência a ser adotada e a fundamentação para que o setor envolvido promova a regularização.

No caso de irregularidade administrativa ou funcional, um processo administrativo autônomo é aberto, inclusive para apurar questões disciplinares, explica o Controlador.

fonte: PMI

próximo artigoCovid-19: PMI estima que 4 mil idosos serão atendidos nesta semana
Artigo seguintePrefeito apresenta novo secretário de saúde de Ipatinga