Governo de Ipatinga inicia execução da terceira etapa do Programa  Fila Zero

Com o intuito de zerar a fila de exames oftalmológicos até o fim do ano, serão oferecidos mais de 26 mil procedimentos. Estão programados 16 mil exames e aproximadamente 10 mil consultas.

A Prefeitura de Ipatinga, por meio da Secretaria de Saúde (SMS), lançou oficialmente na manhã desta segunda-feira (25), na praça dos Três Poderes, a terceira etapa do Programa Fila Zero, que abrangerá consultas e exames oftalmológicos. O contrato com a prestadora de serviços é de 12 meses, porém, a expectativa da administração municipal é que a fila de consultas seja totalmente zerada ainda em 2022, com prolongamento da ação em 2023, para a conclusão da fila de exames. Para isso, serão realizados cerca de 26 mil procedimentos, sendo 16 mil exames e aproximadamente 10 mil consultas em uma unidade móvel oftalmológica (microônibus) adaptada com consultório médico e condições de acessibilidade.

Entre os exames ofertados estão a retinografia colorida binocular, topografia computadorizada de córnea, mapeamento de retina e ultrassonografia de globo ocular. Além disso, de forma inédita, a tomografia ocular e exames a laser para retina e iridotomia, que são realizados com YAG Laser.

“Para zerar a fila de procedimentos oftalmológicos, uma necessidade urgente, estamos investindo cerca de R$ 2 milhões. Para que se tenha uma ideia do quanto o poder público estava em dívida com a população, o município tem hoje uma fila de espera em que pessoas aguardam até cinco anos por atendimento. Os pacientes que já têm encaminhamento são agendados pela Unidade Básica de Saúde e, quanto aqueles que precisam de algo mais, o médico fará o encaminhamento para que se cadastrem no Serviço de Autorização Médica (SAM). Assim poderão retornar novamente ao consultório para realizar os exames mais complexos”, detalhou o prefeito Gustavo Nunes.

O oftalmologista André Luís Malta, que gerencia a assistência no microônibus tecnológico e é  responsável pelos atendimentos, também falou sobre a dinâmica dos  exames. “O microônibus proporciona um atendimento pleno em oftalmologia. A consulta contempla os mesmos recursos de uma consulta padrão avançada, e então proporcionamos um fluxo bem interessante e efetivo”, disse.

A munícipe Maria do Carmo Silva, que espera há mais de cinco anos por um exame, destacou a importância da iniciativa do governo municipal: “Desde 2017 eu espero por um exame e, agora, com o programa Fila Zero, finalmente fui atendida. Gostaria de parabenizar a Prefeitura de Ipatinga por esse benefício, pois é de grande valia para a população”, enfatizou.

Abrangência e resultados

O Programa Fila Zero foi aberto em outubro de 2021, inicialmente com o objetivo de zerar uma fila de espera de quase 50 mil exames de ultrassonografia. A ação desenvolvida pela Secretaria de Saúde já reduziu em quase 100% essa fila de espera por exames junto à rede local.

Vale ressaltar, também, que está em andamento no município o Fila Zero Cirurgia, que tem o objetivo de atender à demanda reprimida de cerca de 4 mil intervenções cirúrgicas de média e alta complexidade.

próximo artigoINSS começa a pagar aposentadorias e pensões de julho
Artigo seguinteMotorista é socorrido em estado grave após ser arremessado para fora do carro em Ipatinga