Ganho no vale alimentação sensibiliza servidores de Timóteo e paralisação é suspensa

Prefeito Douglas Willkys, em entrevista ao ZUG

Os servidores públicos do município de Timóteo aprovaram em assembleia realizada na quinta-feira (30), a proposta da Prefeitura de reajuste salarial da categoria de 3%, e um ganho de R$ 100 no vale alimentação, atualizando o valor do benefício para R$300. Além disso, a administração também se comprometeu em pagar o reajuste salarial dos servidores retroativo a maio.

Diante da proposta do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Timóteo (Sinsep) de 12% de reajuste, a direção do sindicato espera voltar a negociar o restante das perdas salariais dentro de um prazo de 90 dias Em entrevista ao ZUG, o prefeito Douglas Willkys (PSB), manifestou favorável a retomada da negociação para melhorar o indice de reajuste dos servidores. https://www.zug.net.br/videos/reportagem/douglas-willkys-mantem-proposta-de-3-de-reajuste-aos-servidores-publicos-de-timoteo/

Para o diretor financeiro do Sinsep, a categoria ficou sensível ao ganho no vale alimentação, embora a solicitação era para um aumento de R$ 200 no valor do benefício. “Por enquanto a greve está suspensa, mas caso o prefeito não mantenha a disposição para negociar os 9% restantes das perdas salariais até inicio de dezembro, iremos novamente interromper as atividades”, confirma Israel dos Passos.