Fabriciano dá início ao grupo de apoio para as pacientes com Hanseníase

A Prefeitura de Coronel Fabriciano, por meio da Secretaria de Governança da Saúde, realizará no dia 11 de julho o primeiro encontro do Grupo de Apoio para Autocuidado em Hanseníase. A ideia surgiu após profissionais que atuam no Núcleo Especializado em Programas de Saúde (NEPS) notarem a importância e a necessidade dos pacientes terem o apoio e uma atenção maior sobre a doença.

O objetivo do grupo é orientar sobre a importância do autocuidado em hanseníase, visando à superação de limite dos pacientes, proporcionar a troca de experiências, favorecer a autonomia e contribuir para uma qualidade de vida melhor.

Para Roberta Oliveira Lage, fisioterapeuta do NEPS e organizadora do grupo, é preciso mostrar aos pacientes e a seus cuidadores que é possível lidar com as deformidades que a doença trás. “Esses pacientes fazem a avaliação de capacidade a cada três meses e muitos já apresentam algumas deformidades. Queremos quer ensina-los a se prevenirem e a lidarem com a doença. Mesmo com as deformidades, eles são capazes de fazer outras coisas, de viver normalmente. A expectativa é de que todos aceitem o projeto, abracem o grupo e se sintam acolhidos, pois essa é nossa intenção”, afirma.

A hanseníase é uma doença crônica causada por infecção pela bactéria mycobacterium leprae. Ela afeta principalmente a pele, os olhos, o nariz e os nervos periféricos. Os sintomas são manchas claras ou vermelhas na pele, diminuição da sensibilidade, dormência e fraqueza nas mãos e nos pés. A organização e formação de grupos de autocuidado são fundamentais para a humanização da doença e integração entre a rede de saúde e os usuários.

Casos

Em 2017 foram notificados 11 novos casos de hanseníase em Coronel Fabriciano. Já em 2018, a cidade vem alcançando um bom resultado, apenas três casos foram notificados este ano.

O primeiro encontro do grupo será no Núcleo Especializado em Programa de Saúde (NEPS) na Rua São Sebastião, número 1007, no bairro Professores, de 14h às 16h. Inicialmente os encontros serão realizados duas vezes ao mês, posteriormente a equipe fará uma avaliação para ver a necessidade de mais encontros para o grupo.