Proposta foi construída em diversas reuniões de trabalho com a participação de técnicos municipais e o sindicato da categoria. Prefeito realizou assinatura simbólica na manhã desta quinta-feira, em cerimônia no pátio da Suplan.

O prefeito Gustavo Nunes oficializou na manhã desta quinta-feira (23), em cerimônia com a participação de assessores, lideranças sindicais, vereadores e inúmeros trabalhadores, no pátio da Suplan, o encaminhamento de projeto de lei à Câmara Municipal de Ipatinga que promove um realinhamento histórico na tabela salarial dos servidores efetivos regidos pela Lei 2.426/2008. O realinhamento proposto se dará de forma horizontal e vertical.

Em pronunciamento um pouco antes de realizar a assinatura simbólica do projeto, o chefe do Executivo fez questão de assinalar “a dedicação das equipes técnicas do governo e a capacidade de diálogo da atual diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais – Sintserpi, que mais uma vez contribuiu muito com o seu efetivo compromisso de defender os interesses da categoria, sem politicagens, ranços, parcialidades ou defesa de ideologias partidárias”.

“Ao longo de muitos anos – ressaltou Gustavo –, embora isso fosse um direito legítimo dos servidores, a tabela se mantinha achatada e desalinhada. São décadas de prejuízos imputados aos trabalhadores, que agora vão ser gradativamente corrigidos, graças também à sensibilidade do sindicato para sentar à mesa de estudos e negociação em várias oportunidades, compreendendo a grandeza desse momento. Em sequência ininterrupta, o resultado se fará sentir num período de dois a oito anos, sendo que os primeiros beneficiados serão as classes mais necessitadas”, antecipou.

Ao lado de outros diretores e visivelmente emocionada com o reconhecimento do Executivo, a presidente do Sintserpi, Domitila Morais Gonçalves, também comemorou: “Essa é uma grande conquista, um direito de todos os servidores e que significa um impacto muito positivo na progressão da carreira de todos, especialmente entre aqueles que ganham menos. São pessoas que dão o sangue pelo serviço público e que agora terão seus esforços reconhecidos de forma inédita”, disse.

Reajustes anuais

A prefeitura faz questão de esclarecer que o projeto de realinhamento não exclui os reajustes que devem ser concedidos a cada início de ano, conforme a data-base estabelecida em lei, um benefício inédito igualmente proporcionado pelo atual governo, garantindo obrigatoriamente a correção inflacionária e, ainda, eventuais ganhos reais negociados nas campanhas salariais.

“A presente proposta é fruto de diálogo com os servidores e seus representantes, buscando encontrar soluções equilibradas dentro das limitações orçamentárias do município de Ipatinga. A propósito, a redução de 20% dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios – FPM, por parte do Governo Federal, impactou muito na contabilidade municipal e, mesmo assim, garantimos o mencionado reajuste”, expõe o Executivo na justificativa do projeto enviado à Câmara com pedido de votação em regime de urgência.

próximo artigoPrefeitura de Fabriciano lança novo Processo Seletivo para preencher 132 vagas na Educação
Artigo seguintePrefeitura de Ipatingapromove limpeza no ribeirão Ipanema e córrego Taúbas
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários