Em parceria público-privada, Ipatinga elimina gargalos de corredores viários

O ANÚNCIO do conjunto de obras foi feito pelo prefeito na tarde desta quarta-feira, junto à nova rotatória já em construção no bairro Cidade Nobre

Acompanhado do presidente da Câmara Municipal, Jadson Heleno, e diversos outros vereadores, além de assessores técnicos da Administração e Wallace Barreto Simão, diretor-presidente da WR Construtora, o prefeito Nardyello Rocha anunciou na tarde desta quarta-feira (22) uma série de intervenções que estão sendo realizadas por sua gestão no bairro Cidade Nobre, algumas delas em parceria com empresas privadas. As medidas visam garantir maior fluidez e segurança ao trânsito em importantes corredores viários de Ipatinga.

O anúncio aconteceu no canteiro de obras montado na bifurcação das avenidas Monteiro Lobato e Carlos Chagas, onde acontece uma das principais ações, com retirada de semáforos e reformulação do traçado da rotatória que capta o fluxo de veículos proveniente do bairro Iguaçu. Os serviços no local são executados em parceria com a WR Construtora, como medida compensatória à comunidade, devido a impactos de vizinhança que são provocados por algumas edificações projetadas para as imediações.

A nova rotatória já em construção deverá ser concluída no prazo máximo de 35 dias. O anel de contorno terá 8 metros, espaço relativo a duas pistas. Os novos canteiros ganharão também o plantio de palmeiras.

obras cidade nobre 2
A NOVA rotatória deve ser concluída ainda no próximo mês

Em entrevista à imprensa regional, o prefeito Nardyello Rocha explicou que “a WR está atuando em parceria com a Administração municipal no cumprimento de uma obrigação que tinha até dois anos para realizar”. Ainda segundo ele, esta parceria, que já é comum em grandes centros urbanos como São Paulo e Belo Horizonte, é inédita na cidade, e deverá ser expandida para outras obras privadas executadas em regiões diversas. “Já estamos dialogando também com a direção do grupo Coelho Diniz para recebermos uma compensação em função do impacto gerado pelo hipermercado que está sendo construído no bairro Iguaçu”, adiantou Nardyello.

O prefeito também informou que outra parceria do gênero está sendo discutida com os empreendedores responsáveis pela Via Iluminata, centro de compras que foi projetado para a esquina das ruas Jequitibá e Cedro, no bairro Horto. O projeto representa a injeção de recursos da ordem de R$ 20 milhões na economia local.

“Já temos hoje em nossas ruas a circulação diária de cerca de 150 mil veículos, sem contar a frota flutuante. Então precisamos realizar intervenções mais profundas, definidas a partir de estudos técnicos, e é isto que estamos fazendo na Cidade Nobre, onde se situam alguns dos grandes corredores de tráfego urbanos do município. Para realizar estes trabalhos, dialogamos também com entidades representativas da comunidade como associações de bairro e a Associação Comercial e Industrial”, disse ainda o prefeito.

Entre as várias intervenções definidas para a região, está prevista ainda a criação de 50 vagas de estacionamento nas imediações do supermercado Duvale. Outros problemas de congestionamento deverão ser amenizados com um corredor de trânsito que será criado na rua Milton Campos, facilitando o escoamento do fluxo de veículos em direção ao bairro Ideal. Uma outra intervenção visa abrandar a situação de estrangulamento na rua Visconde de Mauá, no final da avenida Maanaim. Em alguns pontos específicos, vias de mão dupla passarão a ter mão única.

rua aleijadinho
SINALIZAÇÃO horizontal realizada na rua Aleijadinho

Dentro do mesmo conjunto de obras programadas, a Prefeitura de Ipatinga também realizou nesta quarta-feira a sinalização horizontal na rua Aleijadinho.

O diretor da WR Construtora, Wallace Barreto Simão, informou que além do Vinhedo Residence, o maior edifício já erguido em Ipatinga, com 26 andares, em execução no bairro Cidade Nobre, a empresa vai realizar outro empreendimento imobiliário de grande porte nas redondezas. “Tínhamos bastante prazo para fazer as medidas compensatórias, até porque um dos empreendimentos ainda será lançado. Mas resolvemos nos antecipar, oferecer à sociedade desde já a nossa contrapartida, colaborando também com a administração pública. Assim, estamos empregando aqui nossa mão de obra, máquinas e ainda faremos algumas ações de paisagismo”, adiantou.

Fonte: PMI