Copasa isenta imóveis atingidos pelas chuvas em Minas Gerais

Benefícios irão contemplar usuários residenciais e comerciais comprovadamente em estado de calamidade

Copasa e a Copanor, sensíveis às dificuldades dos clientes que tiveram seus imóveis atingidos pelas enchentes, anunciaram nesta terça-feira (18/01) condições de isenção de pagamento das contas de água e esgoto para imóveis residenciais e comerciais, bem como para tamponamentos e religações,  conforme artigo 94 da resolução 40 de 2013 da Arsae- MG.  

Serão contemplados os usuários enquadrados na categoria Social, Residencial e Comercial, situados nos municípios em estado de Emergência/Calamidade, reconhecidos pela Defesa Civil Estadual, decorrente das enchentes.  

As condições variam de acordo com a situação de cada imóvel: 

Imóveis que desabaram e/ou que foram condenados pertencentes à todas as categorias 

Haverá isenção da conta referente a janeiro/2022,. Nesses casos, haverá o corte do abastecimento e o cliente não precisará se preocupar, pois não receberá novas faturas. Os imóveis condenados e que passarem por obras poderão solicitar a religação sem custo.  


Imóveis interditados temporariamente que pertencem à categoria Social 
Haverá isenção da conta referente janeiro/2022, e para a referência fevereiro/2022 o cliente poderá solicitar parcelamento, em até 12 vezes, com desconto de 50% dos juros.  

Imóveis atingidos, mas que continuam em condições de uso/moradia, pertencentes à categoria Social  

Haverá isenção da conta referente a janeiro/2022.  

Imóveis atingidos, mas que continuam em condições de uso, pertencentes à categoria Comercial  

Isenção do faturamento do volume até 10 m³ de água da conta referente a janeiro/2022, além disso, se o cliente tiver parcelamento vigente, haverá suspensão do pagamento por dois meses, sem cobrança de juros ou encargos, retomando a cobrança em março/2022.  

ATENÇÃO: 

Os clientes não precisarão se deslocar até a agência de atendimento, uma vez que a equipe da Copasa, juntamente com a Defesa Civil, já está fazendo a avaliação e a listagem dos imóveis afetados. 

próximo artigoMunicípio de Ipatinga diz que avalia novas medidas para conter o contágio da Covid 19
Artigo seguinteDengue preocupa e Prefeitura vai iniciar força-tarefa em Santana do Paraíso