Congresso do Mexa-se realizado em Fabriciano reivindica que programa seja federalizado e levado a outras cidades brasileiras

Atividade física, alegria e socialização. Foi assim que a cidade de Coronel Fabriciano se despediu dos congressistas e participantes do I Congresso Internacional do Programa Mexa-se. O encerramento foi nesta segunda-feira, 15/11, na Praça da Estação, com caminhada e aulão de ritmos e ginástica com os professores do programa na cidade, e participação da Caravana do Lazer, que levou informações, prestação de serviços e atividades lúdicas para o evento.

Durante quatro dias, cerca de 100 congressistas de renomadas instituições do Brasil e do Mundo se revezaram em ministrar palestras, cursos e oficinas num amplo debate sobre atividade física como políticas públicas em saúde, assistência social e educação. Pelo menos 500 profissionais, estudantes universitários e representantes do poder público de outras cidades participaram das atividades.

Como resultado prático do Congresso, foi elaborado um documento reivindicando a federalização do programa. O documento foi assinado por gestores de Saúde e prefeitos de 26 cidades de Minas e outros Estados presentes no evento. O objetivo é que o governo federal adote o programa como política pública de saúde, custeando as equipes multiprofissionais e atividades nos pólos possibilitando que a iniciativa chegue a outros municípios.

“Estamos muito felizes com o resultado do Congresso e, principalmente, com a acolhida de Fabriciano. Neste documento a ser enviado ao governo Federal comprovamos, por meio de estudos científicos e experiências exitosas, os benefícios de iniciativas como o Mexa-se na promoção de saúde e bem estar da população. Fabriciano é referência e está de parabéns pela organização do evento e pelos resultados obtidos com o programa”, argumenta o professor Jaime Tolentino, doutor em Educação Física e idealizador do Mexa-se Brasil.

O exemplo do Mexa-se em Coronel Fabriciano, uma das primeiras cidades a implantar a iniciativa com recursos próprios, foi anexado ao pedido elaborado no Congresso. Em Minas Gerais, o Mexa-se é adotado por 14 cidades, também com ótimos resultados.

O encontro é realizado pelo Programa Mexa-se Brasil, presente em 14 cidades – incluindo Fabriciano – em parceria com a Prefeitura de Coronel Fabriciano. O evento tem o apoio do governo federal, por meio dos Ministérios de Cidadania e Especial de Esportes, do Conselho Regional de Educação Física (CREF) – 6ª Região e Associação Mineira dos Municípios e parcerias de instituições de ensino do Brasil e mundo.

A data e local da próxima edição do Congresso ainda será definida.

EXERCITAR SÓ FAZ BEM

A prática regular de atividades físicas oferece inúmeras vantagens para saúde: redução do risco de doenças cardíacas, hipertensão, diabetes, cânceres entre outras. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o sedentarismo é considerado o quarto maior fator de risco de mortes no mundo; de acordo com o Ministério da Saúde, 3 em cada 100 mortes foram influenciadas pelo sedentarismo (2017).

Durante o Congresso foram apresentados vários estudos científicos, pesquisas comprovando os benefícios da prática de atividades físicas como aliada na prevenção de agravos e promoção da saúde.

“Hoje, grande parte da população do Brasil é sedentária e exatamente por isso, o grande número de pessoas de pessoas problemas e doenças evitáveis; o que gera um grande impacto no sistema de saúde de qualquer município. Portanto, ofertar atividade física, com orientação profissional, inclusive de outras áreas, impacta na melhoria da qualidade de vida da população daquele local, diminuindo custos nos serviços de saúde e promove a integração social”, destaca o presidente do Conselho Regional de Educação Física (CRREF 1-RJ), André Fernandes.

MEXA-SE FABRICIANO

Implantado em 2018, o Mexa-se Fabriciano está presente em 13 polos e atende cerca de 3,7 mil pessoas de várias faixas etárias. O programa oferece, gratuitamente, atividade física com acompanhamento do educador físico e apoio de nutricionistas, psicólogos e assistentes sociais. Nos polos, que funcionam em quadras e praças públicas, são oferecidas ginástica laboral, funcional, localizada, aeróbica, circuitos, orientação nutricional, hidroginástica, além de diversas ações de promoção à saúde.

“O objetivo do Mexa-se é garantir mais qualidade de vida com a perda de peso, melhoria do condicionamento físico e melhoria da alimentação. Por meio do programa, reduzimos substancialmente o número de consultas, tratamentos psicológicos, o consumo de remédios e até exames que eram muito elevados na rede de saúde. E todos os interessados, são convidados a participar do programa em Fabriciano”, conclui Secretário de Governança de Saúde, Ricardo Cacau.

Para participar do programa, basta se apresentar em um dos pólos com o CPF e o cartão SUS.

próximo artigoÉ preciso olhar o que acontece em outros países, diz ministro da Saúde
Artigo seguinteIpatinga flexibiliza uso de máscara em local aberto