Coleta seletiva em Timóteo: conscientização é incentivo para ASCATI

Material reciclável não pode ser misturado ao lixo orgânico

O programa de coleta seletiva em Timóteo foi reestruturado e entrou em vigor em janeiro de 2015. A Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Timóteo (Ascati) é responsável pelo recolhimento de materiais recicláveis que são encaminhados para a Usina de Triagem da associação localizada no bairro Alegre. Ao todo, dezoito caixas coletoras foram instaladas em pontos estratégicos do município, em um projeto piloto que abrange os bairros Alegre, Alto Timirim, Alto Serenata, Alvorada, Bela Vista, Centro Sul, Limoeiro, Novo Horizonte, Novo Tempo, Olaria, Primavera, Quitandinha, Santa Maria, São José, Timirim, Timotinho

Porém, até o momento o trabalho de divulgação para a conscientização da população não tem sido suficiente para que a população separe os materiais recicláveis, do lixo domiciliar. A Ascati defende um processo de educação permanente e pede à população para não depositar lixo domiciliar dentro das caixas coletoras de material reciclável. De acordo com a coordenação da Ascati, quando o caminhão da entidade passa para recolher plásticos, papéis, vidros e metais separados pela comunidade e depositados dentro das caixas coletoras, estes encontram-se misturados ao lixo domiciliar, que é úmido e acaba por contaminar os materiais secos. Por outro lado, o lixo úmido ou orgânico deixa de ser recolhido pela Prefeitura, que não retira o conteúdo das caixas coletoras que pertencem à Ascati.

Importante ressaltar que o Serviço de Limpeza Urbana da Prefeitura de Timóteo  se encarrega de recolher o lixo domiciliar (orgânico), destinado diariamente ao Aterro Sanitário, em Santana do Paraíso.

O reaproveitamento de materiais como plásticos, metal, papel e vidro ajuda a reduzir significativamente a quantidade de resíduos sólidos, contribui para a preservação do meio ambiente e é uma importante atividade econômica, que gera empregos e renda para os catadores. A prática da coleta seletiva requer um grande esforço e desafio para o governo municipal e entidades que não têm como ampliar muito o serviço. Para os ambientalistas e a sociedade em geral, cabe adotar bons hábitos que contribuam com a preservação do meio ambiente e reduza os riscos para a saúde.

A Usina de Triagem da Ascati fica na Avenida Alexandre Torquetti, nº 43, bairro Alegre. Telefone: (31) 3847-4925.