CMI aprova de utilidade pública a Arca da Fran

A Câmara de Ipatinga aprovou na tarde desta terça-feira (13) projeto de lei (PL nº 182/22)que declara de utilidade pública municipal a Associação Arca da Fran. A votação, que contou com a presença de diversos membros da associação e de ativistas de direitos dos animais, foi aprovada com unanimidade.

“A Arca da Fran é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos e que já presta relevantes serviços à população há muitos anos. Prestando serviço de atenção aos animais, todos ganham, não apenas os bichos. Então essa proposta nada mais é do que oportunizar que a associação possa fazer mais pelos animais, já que hoje todos os custos são particulares da fundadora”, disse o autor do PL, vereador Fernando Ratzke (Cidadania).

A Arca da Fran também promove ações de vacinação, prevenção de doenças e da posse responsável. “A instituição também fiscaliza o cumprimento da legislação relativa aos animais, aciona órgãos públicos competentes para a resolução de problemas que envolvem os bichinhos e é importantíssima para a região, porque, quando cuidamos de uma vida animal, há um impacto positivo para toda a sociedade”, disse o vereador.

A fundadora da Arca da Fran, Francélia Rangel dos Santos, reitera que a associação presta serviços de assistência, proteção e defesa dos animais, promovendo campanhas educativas e de orientação sobre o cuidado com os animais.

“Abrigamos animais abandonados ou que sofreram maus-tratos. Disponibilizamos assistência médica, não só a esses animais, mas também aos pets que pertencem à população de baixa renda e que precisam de cuidados básicos”, disse Fran.

Ainda segundo ela, há atualmente quase 100 animais aptos à adoção responsável, entre cachorros e gatos. “Quem deseja ajudar a instituição deve entrar em contato com a associação pelo Instagram @arcadafran, que é o meio que mais conseguimos atender a todos. Na nossa rede social, está tudo explicadinho de nossa prestação de contas, nossas feiras de adoção e informações em geral”, disse.

O PL volta para a pauta de votação na próxima reunião extraordinária, marcada para o próximo dia 15 de setembro. 

Fonte: Agência Brasil

próximo artigoCasos de varíola dos macacos permanecem estáveis, diz ministro
Artigo seguinteVendas no comércio recuam 0,8% em julho, mostra IBGE