CENIBRA comemora 49 anos

Resultado da parceria entre Brasil e Japão, a CENIBRA celebra, nesta terça-feira, 13/9/2022, 49 anos de existência. A Empresa foi fundada em 1973 para produzir celulose a partir do eucalipto. Desde então, tornou-se respeitada no cenário nacional e internacional, sendo referência no equilíbrio entre a produção de alta qualidade, na conservação dos recursos naturais, na valorização do ser humano e no desenvolvimento socioeconômico.

A CENIBRA iniciou as comemorações de aniversário ainda no mês passado, quando ofereceu o tradicional almoço de integração para os empregados das Regionais Florestais. As festividades se estenderam nos dias seguintes, culminando no baile de homenagens aos empregados com 10, 20, 30 e 40 anos de Empresa, realizado na última sexta-feira, 9/9.

No almoço de integração da Fábrica, o Diretor-Presidente, Kazuhiko Kamada, fez um discurso para os empregados e destacou a importância da segurança para a CENIBRA alcançar resultados positivos. “Se todos estão aqui presentes hoje para celebrar esta data, é porque tiveram cuidado com a segurança. A segurança deve estar em primeiro lugar. Não devemos nos esforçar além do nosso limite”, explicou.

A Empresa

A CENIBRA opera com uma unidade industrial no município de Belo Oriente (MG), onde estão instaladas duas linhas de produção de celulose branqueada de fibra curta de eucalipto e capacidade de fabricação de 1.200.000 toneladas/ano. A Empresa gera cerca de 7.500 empregos diretos e indiretos.

Possui três regionais de manejo florestal no estado de Minas Gerais (Guanhães, Nova Era e Rio Doce); um terminal portuário especializado (Portocel), em Barra do Riacho (ES), com participação acionária de 49%; e um escritório corporativo e comercial em Belo Horizonte (MG).

Maneja uma área total de 254.070,53 hectares em 54 municípios, sendo 131.092,57 hectares de plantio comercial (eucalipto), 105.730,95 hectares de Área de Preservação Permanente, Reserva Legal e Vegetação Nativa e 17.247,01 hectares destinados à infraestrutura e outros. 

Dentre as áreas de vegetação nativa, destaca-se a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Fazenda Macedônia. Localizada à margem direita do Rio Doce, no município de Ipaba (MG), a Fazenda é um dos principais remanescentes de Mata Atlântica no estado e abriga o pioneiro Projeto de Reintrodução de Aves Silvestres Ameaçadas de Extinção, o Projeto Mutum.

A Empresa também conta com o Instituto CENIBRA, entidade social que prioriza o desenvolvimento integrado dos municípios de atuação, por meio de ações determinadas a partir da dispersão geográfica da base territorial, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), a vocação econômica e a identidade cultural das comunidades.

Além disso, para fomentar atividades socioculturais e esportivas em Belo Oriente e região, a CENIBRA construiu o Parque Multifuncional, um amplo espaço de área verde com trilha ecológica interpretativa, pista de caminhada, galpão para eventos e seminários, estrutura para desenvolvimento de projetos sociais, área de lazer e prática esportiva, além de um Complexo Cultural, composto por biblioteca, galeria de artes e anfiteatro.

próximo artigoColégio São Francisco Xavier promove encontro com comunidade escolar para apresentar as novidades para 2023
Artigo seguintePrefeitura assina contrato para construção de mirante em Ipaba do Paraíso