Sofia Manzano: reestatizações serão primeiras medidas

A candidata do PCB à presidência da República, Sofia Manzano, disse nesta segunda (19) que suas primeiras medidas, se eleita, serão a reestatização de empresas privatizadas, o fim da política de preços de importação do petróleo e das operações compromissadas do Banco Central. 

“A primeira medida é acabar com as operações compromissadas do Banco Central, que representam hoje 30% da dívida pública e remuneram sobra de caixa dos bancos privados”, destacou a candidata. As declarações de Manzano foram dadas em entrevista ao veículo Opera Mundi.

De acordo com a candidata, a segunda medida será o fim da política de preços de importação do petróleo, o que, para ela, vai conter a elevação da inflação no país. Manzano ressaltou ainda que pretende reestatizar a BR Distribuidora, a refinaria Landulfo Alves e a Eletrobras.

Além da entrevista, a agenda de Sofia Manzano visitou o canteiro de obras do hospital da Universidade Estadual do Ceará (UECE); fez panfletagem no campus Itaperi, da mesma universidade; visitou a ocupação Carlos Marighella; participou de roda de conversa na Universidade Federal do Ceará (UFC); deu entrevista coletiva na sede do jornal O Poder Popular e participou debate sobre a redução da jornada de trabalho para 30 horas semanais na União Nacional dos Estudantes (UNE) de Fortaleza.

fonte: Agência Brasil

próximo artigoCiro Gomes defende federalizar a segurança pública
Artigo seguinteCovid-19: Brasil registra 4.980 casos e 52 mortes em 24 horas