Deputado assume durante momento em que o grupo está em evidência devido à repercussões do PL do Aborto

BRASÍLIA. O deputado federal Silas Câmara (Republicanos-AM) assumiu, nesta quarta-feira (19), a coordenação da Frente Parlamentar Evangélica na Câmara. Ele entra no lugar do deputado Eli Borges (PL-GO), que estava no posto desde fevereiro, mas se licenciou do mandato,

A mudança acontece em meio à repercussão gerada pelo projeto de lei que equipara o aborto após a 22ª semana de gestação ao crime de homicídio simples. Após ter tido a urgência aprovada pela Câmara, no último dia 12, o texto teve a discussão adiada para o segundo semestre devido à repercussão contrária em manifestações nas ruas e nas redes sociais.

A proposta tem como autores vários deputados da bancada evangélica e é parte de um acordo firmado com o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), mirando a eleição para o próximo presidente da Câmara, em fevereiro de 2025. Lira busca apoio em diferentes grupos para que seu sucessor seja um nome indicado por ele.

Silas Câmara é considerado um deputado de perfil mais moderado e conciliador em comparação ao seu antecessor, Eli Borges, e a outros membros da Frente Evangélica. Um dos mais longevos da Câmara, ele está no sétimo mandato e assume a coordenação da bancada pela quarta vez.

Com 202 membros na Câmara dos Deputados e 26 no Senado, a Frente Parlamentar Evangélica é uma das maiores e mais influentes do Congresso Nacional, atuando pelo avanço de projetos da pauta religiosa e conservadora.

 

próximo artigoPrefeitura de Ipatinga entrega reforma de extensão de UBS no Ipaneminha
Artigo seguintePF faz operação contra acusados de financiar e incitar atos de 8 de janeiro
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários